Presidente do Inter elogia Guto e diz que 'não há arestas' com Bahia

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

Marcelo Medeiros concedeu entrevista coletiva tão logo o Internacional anunciou o técnico Guto Ferreira. Depois de elogiar o novo comandante do clube, o presidente do Internacional esclareceu que não há qualquer problema com o Bahia.

"Talvez a missão mais difícil que um dirigente tenha, durante uma temporada, é a troca de um treinador. Mas também é nossa responsabilidade fazer as avaliações e os diagnósticos necessários. E ela é feita pelo departamento de futebol, conselho de gestão. Entendemos que o Inter necessitava uma mudança de rumo. A expectativa é que o desempenho deveria estar melhor", disse Medeiros.

Segundo o presidente, Guto Ferreira foi o escolhido pelo apreço com as categorias de base e a identificação com clube. Além dos bons trabalhos recentes e a experiência em levar equipes para Série A.

"Eu conheço o Guto há muito tempo, trabalhei com ele, o João Patrício (Herrmann, vice-presidente), o Melo (Roberto, vice de futebol) também, o Alexandre Chaves Barcelos (vice-presidente) também. Valoriza a base e se identifica muito com isso. Foi campeão em 2002 no Inter, traçou uma caminhada muito longa para estar aqui de volta, muito trabalhosa e com muito profissionalismo. E seus últimos trabalhos o credenciam com a missão de colocar o Inter de volta ao Brasileiro. Ele já subiu equipes deste cenário que estamos inseridos e temos muita confiança no trabalho deles", afirmou.

A negociação com o Bahia deixou ruídos. Mas segundo Medeiros, a relação entre os clubes segue a melhor. O mandatário do Inter ainda revelou uma conversa entre eles.

"Conversei com o presidente do Bahia (Marcelo Sant'Ana), e está tudo tranquilo e civilizado. Coincidentemente o presidente do Bahia também se chama Marcelo. Eu vi o programa ontem (Bem Amigos), expliquei para ele que nós também temos este tipo de cuidado com a instituição que algum profissional possa ser contatado. Mas primeiro fizemos um contato, havendo uma indicação de aceitar, a gente fala com o clube. Senão me parece que não há porque falar se o profissional contatado não tenha intenção de vir para o Inter. É assim que agimos, e assim que fizemos quando veio o Zago. Um contato, um princípio de concordância, falou-se com o Juventude, e ficou tudo muito civilizado. Foi assim que fizemos neste momento, não há aresta a ser aparada com o Bahia. O Inter, da mesma forma, cumpre com suas obrigações e vai cumprir com as obrigações do vínculo e da rescisão existente no contrato do Bahia com o Guto. Agora, detalhes desta formatação do negócio, eu peço a compreensão que não tenho a autoridade a falar a respeito do Bahia. Quando for oficializado os detalhes serão passados", finalizou.

Guto Ferreira chega na quinta-feira a Porto Alegre, será apresentado e comandará seu primeiro treinamento pelo Inter. Junto a ele, os auxiliares André Luiz, Alexandre Faganello e o preparador físico Valdir Nogueira Júnior.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos