Cruzeiro estuda contratação de destaque do Bahia na Copa Nordeste

Roberto Oliveira e Thiago Fernandes

Do UOL, no Recife e em Belo Horizonte

  • Felipe Oliveira/Bahia

    Régis é o destaque do Bahia na temporada 2017 e interessa ao Cruzeiro

    Régis é o destaque do Bahia na temporada 2017 e interessa ao Cruzeiro

A desistência de contar com Valdívia fez com que o Cruzeiro apontasse a sua mira para outro jogador de meio de campo. Campeão da Copa Nordeste, artilheiro e craque da competição vencida pelo Bahia, Régis se tornou alvo dos mineiros para o setor de criação.

O clube ainda não apresentou oferta pelo jogador, mas avalia a situação bem de perto. Há a possibilidade dele reforçar o elenco comandado por Mano Menezes ainda na atual janela de transferências. O treinador é um dos responsáveis por acompanhar o momento do atleta.

O primeiro fator a ser avaliado é a situação contratual, que os mineiros veem como um complicador. Régis tem vínculo de empréstimo com o Bahia. O time de Salvador, inclusive, tem prioridade na compra de seus direitos, ligados ao Sport. O São Paulo tem 45% dos direitos econômicos do meio-campista.

O imbróglio envolvendo a distribuição dos direitos do jogador é o que afasta os mineiros de uma negociação imediata. O clube acredita que é preciso analisar minuciosamente todos os detalhes para que não se prejudique em um eventual acordo. O Cruzeiro, portanto, quer alinhavar as tratativas com os outros três envolvidos antes de fechar com o meia de 24 anos.

O problema é que, em caso de oferta, o Cruzeiro terá de enfrentar uma forte concorrência. O Internacional já demonstrou interesse na contratação do meia-atacante. A diretoria gaúcha até iniciou conversas para que ele deixe o Nordeste para ir ao Beira-Rio. A situação, todavia, pode ser tratada como incipiente.

Segundo o vice-presidente do Bahia, Pedro Henriques, o interesse de Régis é permanecer na Fonte Nova e cumprir seu contrato com o clube baiano. "No futebol quem controla é o jogador, é a vontade do jogador. Ele disse que quer permanecer [no Bahia], e a gente quer que ele permaneça", afirmou à reportagem.

O dirigente ainda informou que o Bahia pagou pelo empréstimo do jogador, tem prioridade de compra estabelecida em cláusula no contrato e que pretende exercê-lo no momento certo."A gente pagou pelo empréstimo e tem cláusula de compra, temos que esperar o momento mais adequado para exercer", declarou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos