Ex-jogador Jobson fica ferido em acidente no Tocantins; Cunhado morre

Brunno Carvalho e Felipe Pereira

Do UOL, em São Paulo

  • Edson Gilmar/Surgiu

O ex-jogador do Botafogo Jobson ficou ferido após capotamento de carro em uma reta da estrada (TO-080) que liga Marianópolis e Divinópolis, na região oeste do Tocantins. O acidente aconteceu na tarde desta sexta-feira (02), por volta das 16h. A informação foi confirmada pelas Polícias Civis das duas cidades.

Além de Jobson, mais quatro pessoas, todos homens, se envolveram no acidente. Um cunhado do jogador não resistiu e morreu. De acordo com a Polícia Civil, foram encontradas no veículo diversas bebidas alcoólicas, como várias latas de cerveja e duas garrafas de whisky. Os sobreviventes ainda serão submetidos a exames de álcool e droga.

Edson Gilmar/Surgiu

Depois do acidente, Jobson e mais duas pessoas, todas com ferimentos leves, foram levados para a Unidade de Saúde Eva Abreu, em Divinópolis. De acordo com apuração do UOL Esporte, o jogador chegou reclamando de dores no tórax. Ele foi transferido para o Hospital Regional de Paraíso do Tocantins.

De acordo com o hospital, o ex-jogador recebeu alta às 19h40 e deixou o local chorando ao lado de um dos envolvidos no acidente.

Jobson está suspenso do futebol

Jobson acumulou polêmicas ao longo da carreira. No momento, cumpre suspensão da Fifa, que o proíbe de realizar atividades relacionadas ao futebol até março de 2018, como punição por recusa a fazer exame antidoping – à época, o atacante atuava pelo Al Ittihad, da Arábia Saudita, e teve gancho imposto pela Federação Saudita de Futebol. Com essa medida como base, a entidade máxima do futebol deu validade mundial à punição. 

Já suspenso, o atleta foi acusado, no ano passado, de estuprar quatro adolescentes e foi preso preventivamente pela Justiça de Conceição do Araguaia (PA). Ele responde ao processo em liberdade. 

De acordo com a Polícia Civil do Pará, as quatro jovens foram submetidas a exames periciais, cujos resultados apresentaram que nas duas menores, de 12 e 13 anos, houve conjunção carnal (penetração). As outras duas adolescentes alegaram, em depoimento, que consentiram as relações sexuais. No entanto, afirmaram que estavam sob efeito de bebidas alcoólicas e substâncias entorpecentes colocadas na bebida. 

Jobson iniciou a carreira em 2007, no Brasiliense, mas ganhou fama nacional ao fazer boa campanha pelo Botafogo em 2009. Ao fim do Brasileirão daquele ano, Jobson chegou a acertar transferência para o Cruzeiro, mas foi pego em dois exames antidoping por uso de cocaína. Cumpriu suspensão e voltou ao futebol para defender outra vez o Botafogo. Teve passagens também por Atlético-MG, Bahia, Grêmio Barueri e São Caetano, além do Al Ittihad. Em todos eles, somou casos de indisciplina.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos