Veracruz, do México, faz proposta por Pratto. São Paulo não quer vender

José Eduardo Martins, Pedro Lopes e Victor Martins

Do UOL, em São Paulo e Belo Horizonte

  • Ale Cabral/AGIF

    Boa fase de Lucas Pratto no futebol brasileiro despertou interesse de clube do México

    Boa fase de Lucas Pratto no futebol brasileiro despertou interesse de clube do México

No dia 28 de maio o Chivas Guadalajara bateu o Tigres por 2 a 1 e foi campeão do Campeonato Clausura, no México. A partida encerrou a temporada do futebol por lá, iniciando a montagem das equipes para os próximos desafios. O modesto Veracruz, campeão nacional duas vezes, a última em 1950, quer montar uma equipe forte para 2017/2018. Para isso, os "Tubarões" querem um grande nome para o ataque e elegeram Lucas Pratto como o favorito.

O presidente do clube mexicano, Fidel Kuri Mustieles, entrou em contato com o agente do jogador do São Paulo, para informar sobre o interesse no argentino. Após os primeiros contatos, Matías Loharca foi autorizado pelo mandatário do Veracruz a apresentar uma proposta de 20 milhões de euros (R$ 73 milhões) ao São Paulo, como apurou o UOL Esporte.

Sem comentar sobre valores, o agente de Lucas Pratto, Matías Loharca, confirmou a conversa com o presidente do Veracruz.

"O senhor Kuri nos contatou. Eu sei que eles observam o Lucas Pratto desde a época em que atuava pelo Vélez. Também sabe que é muito complicado, que não é fácil, mas estão dispostos a fazer um grande esforço para levar o jogador para o Veracruz. É o que eles dizem", revelou Loharca em entrevista à ESPN argentina.

O Veracruz ficou apenas na 13ª colocação no Clausura e sequer disputou a fase final do torneio. Foram 21 pontos conquistados em 17 partidas, três a menos do que o Monarcas Morelia, que foi o último classificado, na oitava colocação, com 24 pontos.

São Paulo nega proposta e não quer vender

Procurada pelo UOL Esporte, a diretoria do São Paulo informou que ainda não recebeu nenhuma proposta do Veracruz por Lucas Pratto. Contratado em fevereiro, o atacante logo caiu nas graças da torcida. Além disso, o clube do Morumbi não tem interesse em negociar seu principal atacante.

Como detém apenas 50% dos direitos do jogador, o São Paulo ficaria com metade dos 20 milhões de euros oferecidos pela equipe mexicana. Na avaliação da diretoria, além de perder uma referência, o valor não é tão atrativo, por ser pouco a mais do que os seis milhões de euros investidos na aquisição do atacante, junto ao Atlético-MG.

Negociação pode render R$ 36,5 milhões ao Atlético-MG

Bruno Cantini/Atlético
Pratto fez 41 gols pelo Atlético. É o estrangeiro que mais marcou pelo clube mineiro

Detentor de 50% dos direitos de Lucas Pratto, o Atlético-MG pode pegar uma boa quantia caso o atacante seja negociado. O clube mineiro teria direito a 10 milhões de euros (R$ 36,5 milhões). Em fevereiro, quando negociou o atacante, o clube mineiro recebeu 6 milhões de euros (cerca de R$ 22 milhões).

Embora ainda tenha participação na venda de Lucas Pratto, o Atlético não tem poder de decisão. A definição sobre venda ou não é apenas do São Paulo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos