Em vídeo, PM chuta corintiano acusado de acender sinalizador na Arena

Adriano Wilkson

Do UOL, em São Paulo

Um vídeo feito por um corintiano na parte interna da Arena Corinthians mostra um policial chutando um dos torcedores acusados de acenderem sinalizadores na arquibancada, durante o clássico contra o Santos, sábado (3). A imagem mostra os seis alvinegros identificados pela polícia já imobilizados e sentados no chão, aparentemente algemados e cercado por um grupo de policiais.

Um dos homens recebe chutes de um policial. Outro é ameaçado com o que parece ser um cassetete. Um terceiro é levantado do chão de maneira agressiva por outro policial. Uma mulher que testemunhou a cena disse: "Filma, filma, estão batendo."

Os torcedores foram detidos e encaminhados para uma delegacia montada no próprio estádio porque, segundo a Polícia Militar, eles acenderam sinalizadores no final do segundo tempo, o que causou a interrupção da partida.

No entanto, procurado pelo UOL Esporte, o autor do vídeo, que preferiu não se identificar, disse que cinco dos seis torcedores detidos viam o jogo em outro setor do estádio e estavam não entre as dezenas que acenderam os artefatos. Eles teriam sido escolhidos pela PM "aleatoriamente". A reportagem tentou contato com os suspeitos, mas ainda não conseguiu.  

Quando os torcedores foram tirados do local em que o vídeo foi feito, um homem que segundo o autor da gravação é um policial, se aproximou e questionou o motivo da gravação. O autor se identificou como jornalista. A resposta: "Ah, é jornalista? Deixa eu ver sua identificação." Em seguida, a gravação é interrompida.

Questionado sobre a imagem, o major Alexandre Vilariço, do 2º Batalhão de Choque e responsável pela segurança no jogo entre Corinthians e Santos, disse que a atuação da PM durante a partida e no episódio dos sinalizadores foi "técnica e de acordo com a legislação", que em São Paulo proíbe "fogos de artificio" em estádios.

Ele disse que a corporação vai analisar o vídeo e conversar com os policiais que aparecem nele e "se algum passou dos limites e da técnica e se houver irregularidades", vai tomar "as providências que a legislação determina." Ele também afirmou que não há nenhuma orientação para que policiais impeçam a filmagem da ação da PM, o que o autor da gravação diz que aconteceu.

Torcida do Corinthians defende sinalizador

As torcidas do Corinthians vêm frequentemente acendendo sinalizadores durante jogos também como uma forma de protestar contra um movimento que eles consideram estar acabando com a festa nas arquibancadas. O major Vilariço, porém, defendeu a coibição dos sinalizadores.

"Primeiro porque é o que está na lei", disse ele, citando a lei paulista 9.470, de 1996, que proíbe fogos de artifício em estádios. "Segundo porque o sinalizador, conhecido também como pisca-pisca, causa fumaça, o que pode levar a problemas respiratórios em quem está perto, além de poder provocar queimaduras em caso de serem lançados", disse ele.

A CBF orientou os árbitros a interromperem os jogos quando os fogos forem acendidos no estádio e só retomarem quando eles forem apagados.

No jogo de sábado, os artefatos foram acendidos por membros da torcida Pavilhão 9, mas a Gaviões da Fiel, maior organizada da equipe, também defende o uso deles. Segundo a polícia, as torcidas do Corinthians são as únicas de São Paulo que tem apresentado um comportamento mais enfático de não obediência à lei.

Questionado sobre o porquê dos torcedores conseguirem entrar no estádio com um objeto proibido, mesmo eles sendo revistados, o representante da PM disse que é impossível fazer uma revista mais aprofundada em todos eles.

"Nossa revista ali é preventiva, então eles conseguem entrar de maneira sorrateira com esses artefatos, nos calçados, perto do corpo ou ao redor da área genital. Esses pisca-pisca são apenas um pouco maiores que um cigarro."

Durante o jogo, o telão do estádio pediu para que a torcida não acendesse os fogos, o que pode indicar um receio do Corinthians de ser punido pelo comportamento da torcida.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos