Guerra é liberado de amistoso da Venezuela e fica no Palmeiras

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação/Palmeiras

    Guerra treinou com o restante do elenco do Palmeiras neste sábado

    Guerra treinou com o restante do elenco do Palmeiras neste sábado

O Palmeiras conseguiu a liberação do meia venezuelano Alejandro Guerra. O jogador deveria se apresentar à seleção para o amistoso contra El Salvador, marcado para o dia 8 deste mês, mas seguiu em São Paulo com sua equipe.

O atleta tinha sido convocado também para o jogo do último sábado, contra os Estados Unidos, mas já não tinha se apresentado. Ele esteve em campo no domingo, diante do Atlético-MG.

Em contrapartida, Miguel Borja e Yerri Mina se apresentaram à Colômbia e são desfalques certo para os próximos três jogos. 

Ainda que tenha ficado, a presença de Guerra é incerta para o jogo desta quarta-feira, contra o Coritiba, no Couto Pereira. Há uma chance de o meio-campo ser poupado do jogo para atuar no sábado, diante do Fluminense, pela 6ª rodada do Brasileirão.

Nesta segunda-feira, ele não foi a campo, assim como os demais atletas que atuaram por 90 minutos contra o Atlético-MG. Os reservas, entre eles Felipe Melo, ou os que atuaram por menos tempo participaram de um trabalho em campo reduzido sob o comando de Cuca.

Jean, que não foi nem relacionado para o último jogo, esteve em campo por cerca de 20 minutos, mas deixou a atividade antes dos demais atletas. Dudu, que teve lesão na virilha, também não foi para o gramado. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos