Interesse alemão faz Grêmio 'se preparar' para eventual saída de Ramiro

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

O Wolfsburg segue interessado em Ramiro, do Grêmio. Como informou a reportagem do UOL Esporte, o clube avalia uma proposta pelo atleta logo nos primeiros dias da janela de transferências internacionais, que se abre no próximo mês. Antevendo tal investida, o Grêmio 'se programa'.

A ideia inicial é, caso se confirme a proposta por Ramiro e ela contemple a necessidade do clube, dar sequência a Arthur, que pode passar a atuar mais adiantado. Mesmo assim, a direção não quer se preocupar antes do necessário.

"As janelas estão se abrindo agora. O Arthur chama atenção desde o ano passado. Confirmou neste ano. Ele tem condições de fazer o meio ou até jogar pelo lado. Tem habilidade, mobilidade, poderia numa eventualidade fazer a função do Ramiro. Se vai ser necessário? Só saberemos no decorrer da janela. Quais propostas virão, se serão aceitas ou não... Não vamos sofrer por antecipação. Vamos trabalhar e quando os problemas surgirem, resolveremos", disse o vice de futebol Odorico Roman.

A reportagem apurou que não houve proposta oficial até o momento. No entanto, o Wolfsburg, que conseguiu a manutenção na Bundesliga ao bater o Eintracht Braunschweig no playoff de rebaixamento, se movimenta no mercado da bola para levar o jogador de 24 anos.

O Grêmio teria pouco poder para rejeitar uma oferta. Com apenas 20% dos direitos econômicos do jogador (o restante está fatiado entre investidores e empresários), o Tricolor dificilmente conseguiria barrar a saída.

Além disso, a necessidade orçamentária pode se impor. Para contemplar os gastos da temporada, o clube precisa 'fazer dinheiro' e ofertas mais altas tendem a ser aceitas.

"Propostas excepcionais são irresistíveis. Irrecusáveis, de grande valor, que o jogador também tenha autonomia, independência financeira, não tem como equacionar. Tem de examinar e possivelmente acontecer. Mas não estamos rifando, liquidando ou vendendo por ocasião. São jogadores que estão extremamente valorizados e será desta forma que vamos agir", disse o presidente Romildo Bolzan Júnior à Rádio Gaúcha.

A análise irá ser feita caso a caso e apenas depois da oficialização de propostas. Além de Ramiro, Luan também é nome repetidamente posto em pauta quando o assunto é negociação com o mercado internacional.

"Não temos proposta por ninguém. Esta janela é a pior de todas neste sentido, de tentar manter aqui, mas esta situação é algo que ainda não aconteceu. O Grêmio tem de trabalhar a ideia de não vender, se possível. O elenco está bem completo, entrosado, vive um momento muito feliz e, se acontecer, vamos verificar se temos a necessidade de reposição. Dentro ou fora. Mas o que não pode ser desmentido é que o Grêmio precisa de recursos. Isso é necessário. De que forma isso vai ser feito, é algo que temos de ver. O ideal seria fazer isso agora no meio da temporada", salientou o presidente.

Ramiro defende o Grêmio desde 2013 e tem contrato até 2019. Neste ano disputou 23 jogos e marcou seis gols.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos