Adeus, zica? Após cortes e lesões, Douglas Costa luta por status com Tite

Danilo Lavieri e Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

  • Pedro Martins/MoWa Press

    Douglas Costa treina para jogo com a Argentina, marcado para a próxima sexta

    Douglas Costa treina para jogo com a Argentina, marcado para a próxima sexta

Se os dois anos de Dunga fizeram de Douglas Costa um dos jogadores mais importantes da seleção brasileira, o quadro atual é totalmente diferente. No vestibular de Tite nesta e na próxima semana, na Austrália, o atacante do Bayern de Munique-ALE é um dos jogadores que persegue status no time já garantido na Copa do Mundo.

Não há explicação diferente que não seja física. Os números de Douglas Costa impressionam: por lesão, ele perdeu a Copa América, último torneio de Dunga; a Olimpíada, o último torneio antes de Tite assumir; e só conseguiu estar presente em uma das quatro convocações do atual técnico nas Eliminatórias da Copa do Mundo.

Se era um natural candidato à titularidade no início da era Tite, em setembro do ano passado, hoje Douglas Costa é um aspirante ao banco de reservas. Nesse meio tempo, Coutinho se tornou uma arma indispensável pela direita e Gabriel Jesus virou o dono da camisa 9, o que manteve Neymar fixo de vez na ponta esquerda.

Nas atividades realizadas em Melbourne, de olho no duelo da sexta-feira contra a Argentina, Tite ainda indicou que Douglas Costa precisará aguardar um pouco mais. Quem treina de titular na frente, além de Coutinho e Jesus, é Willian. Ao que tudo indica, o atacante do Bayern precisará se contentar com minutos durante o jogo ou uma chance diante na Austrália, na próxima terça (13).

O que também dificulta a vida de Douglas Costa nesse momento é a queda vertiginosa, também explicada pela dificuldade de estar em campo, após a saída de Pep Guardiola do Bayern. Sob o comando de Carlo Ancelotti, que por sinal é próximo de Tite, a temporada do atacante na Alemanha foi ruim.

Dos 34 jogos que fez pelo Bayern, o jogador revelado pelo Grêmio só atuou 90 minutos em dez. Marcou sete gols e deu nove assistências, número inferior ao de seus anos anteriores com a camisa dos bávaros. Com Tite, que gosta de seu futebol e espera por uma resposta em campo a partir de agora, só teve alguns minutos nos momentos finais das vitórias sobre Peru e Argentina.

Com Neymar e Coutinho virtualmente assegurados na Rússia, condição similar à de Willian, só resta uma vaga para Douglas Costa disputar. Os principais concorrentes são Taison, jogador que agrada muito a Tite, Dudu, que vive bom momento no Palmeiras e foi chamado recentemente, e ainda Lucas Moura, que já recebeu elogios públicos, mas ainda não entrou em nenhuma lista.

As lesões de Douglas Costa em 13 meses:

Maio/16 - Copa América: cortado por lesão na coxa esquerda (entrou Kaká)
Julho/16 – Olimpíada: cortado pela mesma lesão na coxa esquerda (entrou Renato Augusto)
Agosto/16 – Eliminatórias: não convocado por lesão
Setembro/16 – Eliminatórias: cortado por lesão na coxa direita (entrou Taison)
Março/17 – Eliminatórias: cortado por lesão no joelho esquerdo (entrou Dudu)

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos