Promessa e confiança de Mano. Por que o Cruzeiro aposta em Sassá

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Vitor Silva/SSPress/Botafogo

    Sassá já está em Belo Horizonte, onde defenderá as cores do Cruzeiro

    Sassá já está em Belo Horizonte, onde defenderá as cores do Cruzeiro

A qualidade e o faro de gol pesaram mais que a coleção de polêmicas extracampo de Sassá na decisão do Cruzeiro em contratá-lo. Mas isso não quer dizer que o clube não se resguarda para uma possível recaída do atacante de 23 anos.

Antes de dar o sinal positivo para a ida do jogador a Belo Horizonte, o clube fez questão de se preservar sobre questões fora dos gramados. Dois pontos primordiais fizeram os mineiros apostarem na contratação do atleta.

Autor de seis gols em 16 duelos disputados em 2017, Sassá prometeu à diretoria que, na Toca da Raposa II, não teria comportamento semelhante ao que culminou em um afastamento no Botafogo. Frequentador assíduo de festas no Rio de Janeiro, chegou constantemente atrasado às atividades comandadas por Jair Ventura em General Severiano.

Após uma sequência de problemas com horário, o atleta acabou afastado e ficou fora do jogo válido pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro. Em vez de adotar uma postura discreta, o jogador decidiu ir à festa "Tardezinha", comandada pelo pagodeiro Thiaguinho. A atitude foi a gota d'água para cúpula e comissão técnica do Botafogo, que optaram pelo afastamento do atacante.

A promessa de que a fase baladeira ficou no passado foi o suficiente para convencer o diretor de futebol Klauss Câmara e o vice-presidente Bruno Vicintin de que era o nome ideal para reforçar o sistema ofensivo do time mineiro.

O Cruzeiro, além disso, ainda confia na percepção de Mano Menezes, que também foi preponderante para o desfecho positivo.

Independentemente do comportamento do atleta, o treinador já havia solicitado a contratação de Sassá em definitivo. O técnico crê que o atleta tem qualidade o suficiente para atuar como centroavante no decorrer da temporada. Rafael Sóbis, Rafael Marques e Ramón Ábila já foram utilizados nesta função em 2017.

Com todos os fatores ao seu lado, o Cruzeiro fechou por quatro temporadas com Sassá. O atacante de 23 anos assinou até dezembro de 2021 e foi trocado por Marcos Vinícius na transação.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos