Seleção da Arábia Saudita não participa de homenagem a vítimas de atentado

Do UOL, em São Paulo

Nesta quinta-feira (8), os jogadores da seleção da Arábia Saudita de futebol se recusaram a juntar-se aos da Austrália em um minuto de silêncio antes do jogo em homenagem às vítimas do atentado terrorista em Londres. A partida, válida pelas Eliminatórias Asiáticas para a Copa do Mundo, foi vencida pelo time da Oceania, que era mandante, por 3 a 2.

Após o jogo, porta-voz da Federação Australiana de Futebol informou que os sauditas concordaram com o minuto de silêncio, mas informaram que o costume não faz parte de sua cultura.

"A FFA buscou um acordo com a Confederação Asiática de Futebol e com a seleção saudita para manter um minuto de silêncio em memória às vítimas nos atentados terroristas de sábado à noite em Londres e, em particular, às duas mulheres australianas. Tanto a Confederação quanto a seleção saudita concordaram que o minuto de silêncio poderia ser mantido", informou o porta-voz.

"A FFA foi ainda aconselhada pelos funcionários da seleção saudita que essa tradição não estava de acordo com a cultura saudita e que eles iriam para o lado deles e respeitariam nosso costume enquanto ocupariam suas próprias posições no campo", completou.

Com a vitória, a Austrália chegou a 16 pontos e empatou com Japão e Arábia Saudita na liderança do Grupo B das eliminatórias asiáticas. Os japoneses têm um jogo a menos. Os dois primeiros colocados de cada chave se classificam para a Copa do Mundo, e os terceiros avançam para a repescagem.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos