'Demissão' de Diego Costa por SMS preocupa Chelsea, que pode perder milhões

Do UOL, em São Paulo

  • Peter Nicholls/REUTERS

A revelação feita por Diego Costa, que disse ter sido avisado via SMS que não está nos planos do Chelsea, pode causar problemas ao financeiro do clube inglês. De acordo com os jornais "Daily Mail" e "The Guardian", o time londrino terá maior dificuldade em fazer uma grande venda do atacante após a notícia de que o Chelsea quer negociá-lo.

Diego Costa tem mais dois anos de contrato. O jogador esteve na mira do Tianjin Quanjian, que chegou a oferecer 76 milhões de libras (R$ 316 milhões) no início do ano, mas não houve acordo.

Paralelamente à desvalorização para a venda após a revelação de Diego Costa, o Chelsea terá ainda mais dificuldade para contratar o atacante Lukaku. Detentor dos direitos de Lukaku, o Everton quer 100 milhões de libras (R$ 416 milhões), quantia que pode aumentar diante do interesse maior do Chelsea.

Diego Costa disse à imprensa que recebeu mensagem de Antonio Conte comunicando não ter mais intenção de contá-lo no elenco.

"Antonio Conte me comunicou por mensagem que não sigo no Chelsea e é isso. Minha relação com o treinador foi ruim nesta temporada. Suponho que fiz uma má temporada para não continuar", afirmou o jogador, de acordo com o jornal "Marca".

"É uma vergonha. Já reenviei a mensagem às pessoas do Chelsea para que decidam, mas está claro que o treinador não conta comigo e não me quer ali", completou.

Diego Costa não entrou em campo no amistoso da Espanha e viu Alvaro Morata, um de seus concorrentes por posição no ataque, marcar o segundo gol dos espanhóis.

Aos 28 anos, Diego Costa vem de uma temporada com 22 gols marcados em 42 jogos. No entanto, o ano foi turbulento apesar do sucesso do Chelsea, campeão do Inglês. O atacante teve seu nome vinculado a transferências milionárias ao futebol chinês, além de ter tido problemas pessoais com Conte.

Costa não pode ir para o Atlético de Madri

Um destino óbvio para o atacante seria o Atlético de Madri, onde ele brilhou antes de ser contratado pelo clube londrino. No entanto, como o time espanhol está proibido de contratar por mais cinco meses, Diego Costa desconversou a possibilidade.

"Ficar cinco meses sem jogar? Não sei, é complicado, mas as pessoas sabem que gosto muito do Atlético e que adoro morar em Madri. Seria bonito voltar, mas é difícil ficar quatro, cinco meses sem jogar. É ano de Copa do Mundo e há muitas coisas para pensar. Preciso jogar, só isso", analisou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos