Federação saudita justifica atitude de seleção durante minuto de silêncio

Do UOL, em São Paulo

Um dia depois da seleção da Arábia Saudita causar polêmica ao não alinhar com a Austrália para respeitar um minuto de silêncio em homenagem às vítimas do atentado terrorista em Londres, a entidade responsável pelo futebol local se desculpou. De acordo com comunicado emitido nesta sexta-feira (9) pela Federação de Futebol da Arábia Saudita, os atletas não tiveram a intenção de ofender ninguém.

"Os jogadores não tiveram intenção de desrespeitar a memória das vítimas e nem chatear suas famílias, amigos ou qualquer indivíduo afetado pela atrocidade", diz a nota.

"A Futebol da Arábia Saudita condena todos os atos de terrorismo e extremismo e envia suas sinceras condolências para as famílias de todas as vítimas e para o governo e o povo do Reino Unido", afirma o comunicado. 

O jogo, disputado nessa quinta (8), terminou 3 a 2 para a Austrália, que, com o resultado, chegou a 16 pontos e empatou com Japão e Arábia Saudita na liderança do Grupo B das eliminatórias asiáticas. Os japoneses têm um jogo a menos. Os dois primeiros colocados de cada chave se classificam para a Copa do Mundo, e os terceiros avançam para a repescagem.

Um dos três gols da Austrália no jogo foi marcado com falha clamorosa do goleiro da Arábia Saudita.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos