Inter não acredita em exclusão da Série B: "não há justificativa para isso"

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Reprodução/Instagram

    Caso Victor Ramos terá Inter julgado na próxima terça-feira por uso de documento falso

    Caso Victor Ramos terá Inter julgado na próxima terça-feira por uso de documento falso

O vice-jurídico do Internacional não acredita em pena máxima no julgamento marcado para a próxima terça-feira sobre o uso de mails adulterados no caso Victor Ramos. Gustavo Juchem não entende que uma punição tão grande possa ser aplicada, uma vez que no relatório do inquérito ficou claro que o Inter não sabia da adulteração dos documentos.

"Está claro que o Inter nem falsificou nem sabia que havia isso nos documentos. Além de outras circunstâncias que me parecem que levam até uma absolvição, ou na pior da hipóteses uma condenação longe da pena máxima. A exclusão de uma competição seria uma pena muito grave e não vemos gravidade nos fatos que justifiquem isso. A decisão, é claro, será no julgamento, mas não há justificativa para isso. E vamos produzir provas para mostrar o descabimento desta situação", disse ao UOL Esporte.

O Internacional foi incluso no artigo 61 do Código Disciplinar da Fifa. As penas vão desde multa até a exclusão da Série B. Além do clube, o ex-presidente Vitório Píffero também foi denunciado e pode pegar até dois anos de punição.

"Eu não gostaria de comentar a estratégia de defesa do Inter. O que posso dizer é que, de modo coerente com o que afirmamos ao longo do processo, vamos buscar a absolvição. E ficou comprovado que o Inter não falsificou nem tinha ciência disso", acrescentou.

O julgamento ocorrerá na próxima terça-feira na 5ª Comissão Disciplinar do STJD. Independente do resultado, caberá recurso se assim entender qualquer uma das partes.

Em contrapartida, os demais citados no relatório do inquérito realizado pelo auditor Mauro Marcelo, do STJD, foram sacados da denúncia. Advogados ou mesmo ex-dirigentes e empresários não irão à julgamento. Tal situação foi considerada positiva pelo clube gaúcho, que já alertava pela invalidade da denúncia aos advogados. A citação a eles, inclusive, gerou revolta na Ordem dos Advogados do Brasil, que se manifestou favorável ao Inter. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos