São Paulo libera e Chavez deve antecipar volta ao Boca Juniors

Bruno Grossi e Pedro Lopes

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Rubens Cavallari/Folhapress

A diretoria do São Paulo aceitou, nesta sexta-feira, liberar o atacante Andres Chavez para uma viagem até a Argentina. Emprestado pelo Boca Juniors (ARG) até o dia 30 deste mês, o jogador resolverá pendências em sua terra natal e não deve mais defender o Tricolor, onde chegou em julho do ano passado e marcou 12 gols em 35 partidas.

Chavez estava apto para enfrentar o Vitória na última quinta-feira, depois de se recuperar de problema muscular, mas acabou cortado da lista de relacionados. No fim de 2016, quando o atacante marcou dez gols em 23 jogos, os dirigentes são-paulinos até cogitaram comprar os direitos econômicos junto ao Boca, mas o desempenho abaixo do esperado neste ano e a opção de Rogério Ceni por utilizá-lo pouco causaram recuo.

Outros dois jogadores têm contrato somente até 30 de junho: João Schmidt, que tem pré-contrato com a Atalanta (ITA) e sairá, e Diego Lugano, que tem o aval de Ceni para renovar, mas ainda aguarda a decisão da diretoria.

Sem Chavez, com os titulares cumprindo exercícios regenerativos e quatro jogadores no Reffis tratando problemas físicos (Buffarini, Morato, Maicosuel e Thiago Mendes), o treino desta sexta teve de contar até com o goleiro Sidão como atleta de linha. Por outro lado, Denis, recuperado de tendinite, Araruna e Wesley, liberados pela preparação física, puderam trabalhar com bola.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos