Antigo alvo do City, centroavante 'fora do padrão' retoma espaço no Grêmio

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

Centroavante normalmente é um jogador alto, mais forte, conhecido por aguentar chegadas mais duras de zagueiros e conseguir concluir com os pés ou a cabeça lances que outros jogadores não conseguiriam. E é exatamente o contrário do perfil de Everton, do Grêmio. Alvo do Manchester City desde as categorias de base, ele mudou de função para retomar espaço e atualmente é um comandante de ataque fora do padrão.

Contra a Chapecoense o 'Cebolinha' (apelido justificado, segundo colegas de Grêmio, pelo formato da cabeça semelhante a uma cebola) ele saiu do banco de reservas e fez três gols. Em nenhum deles precisou usar o corpo, por sorte.

Ao contrário do tipo padrão de centroavante, Everton mede apenas 1,74. Pesa 72 kg. Longe dos portes avantajados da maioria dos centroavantes mundo afora. É jogador de velocidade, não gosta de jogar de costas para o adversário e abusa de dribles sempre que possível.

Por isso construiu carreira nos times de base principalmente jogando pelo lado. Era extremo, atuava na beirada de campo. Por este setor conquistou principalmente o técnico Roger Machado, com quem viveu sua melhor fase no Tricolor, chegando a ser titular do time.

Mas a partir da contratação de Renato Gaúcho, perdeu espaço. Virou reserva de Pedro Rocha e viu sua posição ganhar novos concorrentes. Ramiro passou a atuar aberto, Gata Fernández, Léo Moura também foi usado no meio. Foi para o fim da fila e ressurgiu com novo posicionamento.

"Eu já joguei centralizado na base. Também joguei aberto. Para mim não faz diferença. Independente de onde for, quero ajudar o Grêmio a conseguir as vitórias", disse o jogador.

Renato Gaúcho já deixava claro no ano passado que a velocidade e a capacidade de conclusão de Everton poderiam o ajudar em outro posicionamento, centralizado. "Quero que ele atue como centroavante. Já jogou ali e sabe se posicionar", disse no início deste ano.

Na temporada, Everton soma 20 jogos e tem quatro gols marcados. O próximo compromisso do Grêmio será diante do Bahia, segunda-feira. Com a lesão de Lucas Barrios, uma nova oportunidade ao jogador pode aparecer.
 

Manchester City de olho

Desde que tinha 17 anos, Everton é acompanhado pelo Manchester City. O clube já fez uma consulta ao Grêmio sobre o atleta e mandou um emissário acompanhar mais de perto a evolução do jogador. Não teve portas abertas com o clube para uma possível saída. O planos dos ingleses era levá-lo para um período de testes na equipe B e, dependendo do rendimento, efetuar sua compra.

No ano passado, o clube comandado por Pep Guardiola reforçou o plano de levar o jovem gremista, mas novamente não teve sucesso. Com a saída do time titular, o Tricolor viu esfriar o interesse na contratação. Hoje ele tem 21 anos e busca retomar o protagonismo de outros momentos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos