Ex-Corinthians, Marcinho espera achar ponto fraco de amigo em clássico

Bruno Grossi e Pedro Lopes

Do UOL, em São Paulo

  • Érico Leonan / saopaulofc.net

    Marcinho chegou ao São Paulo depois de se destacar pelo São Bernardo no Paulista

    Marcinho chegou ao São Paulo depois de se destacar pelo São Bernardo no Paulista

O clássico deste domingo diante do Corinthians terá um sabor especial para o atacante Marcinho: titular do São Paulo e em ascensão, o jogador de 22 anos passou três deles, entre 2012 e 2015, nas categorias de base do rival. Na Arena Corinthians, reencontrará seu ex-treinador, Osmar Loss, atual auxiliar de Fabio Carille, e diversos ex-companheiros.

Em entrevista ao UOL Esporte, Marcinho não mostrou nenhum rancor com o Corinthians, mas deixou claro que espera vencer o clássico. Atuando pela direita, deve travar um duelo com Guilherme Arana, seu ex-colega de time. Ao mesmo tempo sério e em tom de brincadeira, o agora São Paulo disse que conhece o jeito de atuar do amigo, sabe os caminhos que pode explorar e não pretende "aliviar" em nada.

"Ontem (quinta-feira) encontrei um amigo em comum meu e do Arana, ele disse "domingo vai devagar, é o Arana", mas a amizade é fora, dentro de campo tem que ser profissional. Ele é um grande jogador, mas é bom que eu joguei junto com ele já, conheço, já sei onde eu posso dar (risos). Vai sei interessante esse duelo", afirmou.

Além de Arana, Marcinho reencontrará vários outros amigos com quem atuou, aina que a maior parte não seja titular. Por tudo isso, o atacante admite que o clássico traz uma carga emocional maior, mas não espera outro resultado que não uma vitória.

"Acho que tenho que ficar tranquilo. Claro que a parte emocional dessa partida é maior do que das outras, vou encontrar um treinador e atletas que trabalhei. Joguei com o Arana, com o Maycon. Léo Principe, Marciel, Leo Jabá também. Acho que preciso ficar tranquilo, tenho certeza que as coisas vão caminhar pro nosso lado".

No São Paulo, Marcinho vem se destacando pela aplicação tática e a ajuda na marcação da saída de bola adversária. Depois da vitória da última quinta-feira, diante do Vitória, ganhou elogios de Rogério Ceni, que o comparou ao atacante Leandro, que defendeu o clube em 2006 e 2007 e tinha também essa característica. AO falar sobre isso, Marcinho fez elogios à formação na base corintiana e ao atual auxiliar técnico do rival Osmar Loss.

"Peguei dois treinadores que me ajudaram bastante. Um deles é o Osmar Loss, hoje auxiliar do Corinthians, e o outro o português Sérgio Vieira. Desde a base venho tentando evoluir isso, estando bem na parte tática, você pode até conseguir render mais do que outros jogadores que tem mais qualidade técnica. Hoje é muito importante no futebol. Essa trajetória com bons treinadores, que conhecem de tática, são estudiosos, me ajudou bastante".

Marcinho está emprestado pelo São Bernardo ao São Paulo até o final de 2017. O clube do Morumbi possuiu uma opção de compra ao final do contrato. O atacante ainda não balançou as redes com a camisa tricolor, mas será titular no clássico de domingo.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos