México e EUA empatam após golaço; Trump é ironizado por torcedores

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • REUTERS/Edgard Garrido

    Americanos protestam contra Donald Trump no Estádio Azteca, no México

    Americanos protestam contra Donald Trump no Estádio Azteca, no México

Se já não bastasse a tradicional rivalidade dentro das quatro linhas, México e Estados Unidos ganharam uma pitada a mais de tensão após a eleição de Donald Trump, que praticamente declarou guerra ao vizinho decretando a criação de um muro para dificultar a imigração ilegal nos EUA. Em campo, entre os jogadores, a questão política ficou de lado. Neste domingo (11), no Estádio Azteca, os norte-americanos saíram na frente com um golaço, mas os mexicanos reagiram e buscaram o empate por 1 a 1.

As provocações, no entanto, não passaram batidas nas arquibancadas. Mexicanos e até mesmo norte-americanos fizeram questão de mandar recado ao presidente Donald Trump, ironizando as atitudes do polêmico mandatário dos Estados Unidos. Alguns mostraram cartazes em que Trump aparecia com nariz de palhaço, enquanto outros se vestiram como lutadores da tradicional luta livre mexicana para bater em um boneco do empresário bilionário.

Xinhua/Str
Mexicano se veste de lutador para bater em boneco de Trump

GENIALIDADE DE BRADLEY

O responsável por abrir o placar na partida foi o norte-americano Michael Bradley. Com apenas seis minutos de jogo, o meio-campista do Toronto FC, que ganhou destaque atuando pela Roma, brilhou em um momento de genialidade. Após roubada de bola, ele cruzou o meio de campo, viu Guillermo Ochoa adiantado e arriscou de muito longe, anotando um golaço no Azteca (veja o lance acima).

VELA BUSCA EMPATE

O problema é que a vantagem norte-americana não durou muito. Atrás do placar, o México começou a pressionar e, aos 23min, conseguiu empatar. Carlos Vela, revelado pelo Arsenal, mas que hoje atua na Real Sociedad, dominou pela direita, cortou para dentro e acertou um belo chute, sem chances para Brad Guzan, goleiro dos Estados Unidos (assista ao gol acima).

E AGORA?

Xinhua/Str
México e Estados Unidos se enfrentaram neste domingo no Azteca

Com o empate, o México se mantém na liderança isolada das Eliminatórias da Concacaf após cinco rodadas - de dez que serão disputadas -. A seleção possui 14 pontos, sendo quatro vitórias e dois empates no hexagonal final da disputa. Já os Estados Unidos estão com oito, no terceiro lugar, correndo riscos de serem ultrapassados pelo Panamá, que ainda enfrenta Honduras na próxima terça-feira (13).

O regulamento das Eliminatórias da Concacaf prevê que as equipes se enfrentem em turno e returno no hexagonal final. Ao fim, os três melhores colocados se garantem na Copa do Mundo, enquanto quem ficar na quarta posição terá uma oportunidade de repescagem contra um representante da Ásia.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos