De 5ª opção a titular: jovem se espelhou em todos os zagueiros do Cruzeiro

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Cristiane Mattos/Cruzeiro

    Acostumado com o colete de reserva, Murilo ganhou vaga de titular e correspondeu

    Acostumado com o colete de reserva, Murilo ganhou vaga de titular e correspondeu

Pela segunda vez nesta temporada, a zaga do Cruzeiro será formada pelo experiente Léo e o jovem Murilo, antiga quinta opção de Mano Menezes. Aos 20 anos, o garoto viverá um desafio de peso na carreira ainda curta como profissional, tendo de encarar o líder Corinthians, fora de casa, em um jogo de Campeonato Brasileiro. Apesar disso, o mais novo titular de Mano Menezes guarda algumas cartas na manga para repetir a boa impressão de sua estreia. Uma delas é pegar o ponto mais forte de seus companheiros e se inspirar em cada um deles dentro de campo.

"Eu pego uma parte e o destaque de cada um. Vejo a antecipação do Kunty [Caicedo], a bola aérea muito boa do Dedé, a tática do Léo e a saída de bola do Manoel. Observo cada um deles para melhorar", explicou o jovem Murilo, que também tem no capitão do Real Madrid uma referência dentro das quatro linhas.

"Observo o Sergio Ramos jogar e me espelho muito nele. Não digo que foi ele que me fez ser zagueiro, mas com certeza ele é uma referência", acrescentou.

Murilo ganhou sua primeira oportunidade durante 45 minutos diante do Bahia, no meio de semana passado. No último domingo, o garoto fez sua estreia como titular diante do Atlético-GO. As duas apresentações chamaram a atenção e o jogador já começou a colher os primeiros elogios de Mano.

"O Murilo jogou bem e firme, como tem de jogar na posição. Vai encontrar o Jô, experiente na posição. Vai exigir bastante dele e do Léo. Você amadurece dentro do campo, diante das dificuldades", comentou o técnico após a vitória no Mineirão, já citando também o compromisso da quarta-feira.

Natural de São Gonçalo dos Campos, na Bahia, Murilo chegou ao Cruzeiro com 13 anos de idade e subiu para o plantel principal no começo desta temporada, com o aval de Mano Menezes. Inicialmente, o jovem recém-promovido era a última opção para compor a zaga celeste, mas acabou herdando a vaga de titular por causa das lesões de Manoel e Dedé e da ausência de Kunty Caicedo, que atualmente está servindo a seleção do Equador. Enquanto os companheiros não voltam, o garoto terá mais uma oportunidade de mostrar seu futebol e, quem sabe, ganhar ainda mais créditos com o treinador e torcida.

"É uma felicidade enorme, não dá nem para explicar. Você vê o sonho se realizando, de tudo que sonhei e passei, hoje posso dar meu melhor com a camisa do Cruzeiro e, com fé em Deus, dar mais alegrias à torcida", acrescentou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos