Sem Messi, Sampaoli escala Argentina com 5 atacantes e goleia na segunda

Do UOL, em São Paulo

Foram cinco homens no ataque. Três no meio-campo e apenas dois zagueiros. Sem Messi, foi assim que Jorge Sampaoli foi a campo para seu segundo desafio no comando da seleção argentina. E a vitória veio. Contra a fraca seleção de Cingapura, a equipe venceu por 6 a 0.

O amistoso foi disputado no estádio Nacional, em Cingapura. Messi havia combinado com a Associação de Futebol Argentino (AFA) que regressaria para a Espanha após amistoso contra o Brasil. O ataque foi formado por Alejandro Gomez, Dybala, Di Maria, Correa e Lanzini.

Sampaoli aproveitou o amistoso sem grande dificuldade para testar opções em sua equipe. Dos atletas que superaram o time de Tite, apenas Di Maria, Dybala e Biglia estiveram em campo nesta terça-feira.

Apesar de todo o poderio ofensivo, os argentinos só conseguiram fazer seus dois primeiros gols em jogadas que começaram com bola parada. Fazio desviou o primeiro cruzamento e Correa depois aproveitou lance criado por Dybala.

O domínio era amplo e o sistema defensivo argentino não sofria nenhum susto. Testado por Sampaoli, Gomez aproveitou sua chance e fez o terceiro com um chute de fora da área. Dois bonitos chutes de Paredes e Alario ampliaram o placar para 5 a 0. Para fechar o placar, Di Maria girou por cima da bola e, sem goleiro, fez o sexto aos 47 do segundo tempo.

Sampaoli termina seus dois primeiros testes como treinador da Argentina com duas vitórias. Tirando o gol de Di Maria, todos os outros foram os primeiros dos jogadores com a camisa da seleção.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos