Descartado no Barça, Douglas não quer sair da Espanha e tenta empréstimo

João Henrique Marques

Do UOL, em Barcelona

  • Quique García / EFE

Após encerrar o período de empréstimo com o Sporting de Gijón, Douglas já foi avisado pelo Barcelona de que não faz parte dos planos do novo treinador, Ernesto Valverde. Com isso, segundo apurou o UOL Esporte, o lateral direito busca um novo destino, mas tendo elegido uma condição: a de seguir a carreira na Espanha.

Douglas tem mais dois anos de contrato com o Barcelona e negocia um novo empréstimo. No Sporting Gijón foram 23 jogos disputados no total, com três gols e uma assistência. O jogador subiu de produção na reta final da temporada, sendo utilizado na segunda linha do time, mas o problema para o mercado foi o rebaixamento do clube.

A permanência na primeira divisão atuando por um clube pequeno já passou a ser vista como prioridade.

Para facilitar um acordo, Douglas trabalha com a expectativa de obter a nacionalidade espanhola. O trâmite é uma manobra burocrática feita após cumprir três anos de residência na Espanha.

Com o documento, Douglas ganha maior possibilidade de mercado na Espanha, já que não ocuparia uma das três vagas disponíveis para jogadores não comunitários.

Outro desejo do lateral para negociar outro empréstimo é o de voltar a estipular cláusula contratual para que tenha uma garantia de participação em ao menos 20 jogos entre o Campeonato Espanhol e a Copa do Rei. Caso contrário, o Barcelona seria obrigado a pagar uma multa – acordo foi utilizado no Sporting Gijón, mas Douglas fez 23 partidas no total.

A ânsia do Barcelona em emprestar Douglas é grande. O clube não encontrou no mercado espanhol ninguém disposto a comprar o jogador e ainda o viu recusar uma transferência definitiva para ao Cruzeiro no ano passado.

Douglas tem como plano cumprir os cinco anos de contrato com o Barcelona. Na Espanha, está adaptado, com a mulher e o filho e não quer voltar para o Brasil.

A ideia de seguir no Barcelona mesmo encostado já foi descartada pelo lateral por conta do baixa participação nos dois primeiros anos de contrato. Foram apenas oitos jogos realizados, sendo cinco nas primeiras fases da Copa do Rei e apenas três pelo Campeonato Espanhol.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos