Apenas uma seleção pode tentar o bi das Confederações. E ela não é europeia

Do UOL, em São Paulo

  • Andrew Winning/ REUTERS

A Copa das Confederações começa neste sábado (17) com três representantes da Europa. Apesar disso, a única seleção que já levou a taça da competição não pertence ao Velho Continente. Em 1999, o México venceu o Brasil e conquistou o torneio, que naquela época era disputado a cada dois anos.

Na ocasião, o técnico Vanderlei Luxemburgo comandou um time misto, mas que contava com nomes como Dida, Zé Roberto e Ronaldinho Gaúcho. Na final disputada no Estádio Azteca, na Cidade do México, o selecionado brasileiro foi derrotado por 4 a 3.

Passados 18 anos do título, o México chega como uma incógnita para a Copa dos Confederações. Campeão da Copa Ouro de 2015, o time de Juan Carlos Osorio é o líder do Hexagonal Final das Eliminatórias para a Copa do Mundo. Pesa contra o time, porém, a fraca campanha na Copa América Centenario, de 2016, quando foi eliminado pelo Chile nas quartas de final por 7 a 0.

O México, no entanto, não é o único participante da edição 2017 da Copa dos Confederações com experiência em finais do torneio. Camarões e Austrália foram derrotados nas decisões de 2003 e 1997, respectivamente.

Continente com mais títulos de Copa do Mundo (11), a Europa não consegue a mesma superioridade na Copa das Confederações. Em sete edições, apenas Dinamarca (1995) e França (2001 e 2003) já foram campeãs.

Dos três representantes do Velho Continente na atual edição, a Alemanha é a única com participações anteriores, sendo terceira colocada em 1999 e 2005. Portugal e Rússia participarão pela primeira vez do torneio.

A abertura da Copa das Confederações está marcada para as 12h (de Brasília) de sábado. A anfitriã Rússia fará o primeiro duelo do torneio, contra a Nova Zelândia.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos