Corintiano vê liderança inesperada e diz: "não permitiremos desmanche"

Do UOL, em São Paulo

  • Folhapress

    Para Flávio Adauto, Corinthians pode perder jogadores de forma pontual até o fim do ano

    Para Flávio Adauto, Corinthians pode perder jogadores de forma pontual até o fim do ano

Com 19 pontos em sete jogos pelo Campeonato Brasileiro, o Corinthians é o líder isolado da competição. O desempenho, porém, surpreende até mesmo quem está dentro do clube.

Em entrevista ao canal de TV por assinatura ESPN Brasil nesta quinta-feira, o diretor de futebol do Corinthians, Flávio Adauto, reconheceu que o clube "está estranhando" a performance no Brasileirão. Para o dirigente, os resultados são mérito da humildade do grupo comandado pelo técnico Fábio Carille.

"A gente brinca muito, mas há muita humildade, muito respeito. A gente sabe como é longo o Campeonato Brasileiro. Mas sabe que é um elenco bom, comprometido, com muitos garotos vivenciando uma nova fase do futebol, jogadores mais experientes que seguram e um técnico competente. Somando tudo isso, essa humildade, essa compenetração, essa conquista do Campeonato Paulista – inesperada para muita gente, para a gente também", disse Adauto.

Para a sequência do Campeonato Brasileiro, o Corinthians se preocupa com um primeiro problema: a possibilidade de um desmanche do elenco na sequência do torneio. Para Flávio Adauto, existe a possibilidade de o elenco perder jogadores até o final do ano, mas um número que possa ser administrado pelo clube.

"Não iremos permitir um desmanche. Isso fica muito claro. É lógico que, pontualmente, pode perder um ou dois jogadores, no máximo. Nem isso acho que será possível. Isso não é truncar o futuro do jogador, é uma realidade", disse Adauto, que não vê a situação financeira do Corinthians como um fator decisivo na saída de jogadores.

"Quando você trabalha com pouco (dinheiro), tem pouco para movimentar, tem que ser cuidadoso sempre. A gente vai oferecer aquilo que a gente pode, vai chegar ao nosso limite, mas não vai extrapolar. Cansou-se de falar que o Corinthians deve. (Mas) o Corinthians pagou salário um dia adiantado. Tem coisa a pagar? Tem, mas os jogadores entendem isso. É uma equipe grande, com uma história gloriosa, com a capacidade de conquistas pelo todo", completou o dirigente.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos