Grêmio perde CEO após oferta do mercado e busca novo diretor

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Divulgação/Grêmio

    Gustavo Zanchi era CEO do Grêmio desde o início de 2015

    Gustavo Zanchi era CEO do Grêmio desde o início de 2015

O Grêmio busca um novo CEO (Chief Executive Officer) no mercado. Nesta sexta-feira (16), o clube gaúcho informou que o Gustavo Zanchi pediu desligamento da função. No cargo desde o início de 2015, ele deixará o Tricolor após receber proposta para atuar em outro segmento.

A data da saída ainda está em aberto. Zanchi seguirá atuando na Arena por um período de transição até a chegada do seu substituto.

"Foi uma decisão dele. Eu lamento a saída, mas ele recebeu convite e é questão profissional. O Grêmio já está trabalhando na substituição", disse Romildo Bolzan Jr., presidente do Grêmio.

Diretor executivo do clube desde o começo da gestão de Bolzan, Zanchi tinha acordo para saída em caso de proposta tentadora. A oferta chegou e o comunicado ao clube foi entregue.

Eleito após a gestão de Fábio Koff, Romildo Bolzan Jr. liderou política de austeridade no Grêmio. A contratação de Gustavo Zanchi fez parte do processo que tratou de reduzir custos no clube. Reeleito, o presidente manteve a estrutura e avançou para nova etapa. Com investimentos maiores, como as contratações de Miller Bolaños, Maicon e Lucas Barrios.

Além do CEO, o Grêmio também conta com um diretor executivo de futebol. André Zanotta, ex-Santos e Sport, foi contratado recentemente e segue no cargo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos