Briga de torcida atrasa Corinthians e hino é tocado só para Coritiba

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

A briga entre torcedores de Corinthians e Coritiba antes do jogo acabou atrasando o clube paulista para a partida da manhã deste domingo. Assim, o hino nacional e do Paraná, executados antes do jogo, foi tocado com apenas um time e a arbitragem em campo.

Os juízes do duelo e os jogadores do Coritiba se alinharam no centro do gramado para escutar os hinos. Enquanto isso, nenhum atleta do Corinthians esteve presente.

Os jogadores do Corinthians só foram entrar em campo um minuto antes do horário da partida. O protocolo da Confederação Brasileira de Futebol exige que os clubes estejam no gramado dez minutos antes.

"Nós todos estávamos 9h15 dentro do ônibus. Policiamento segurou até 9h40, então atrasamos em 25 minutos nossa saída, até que conseguimos entrar na hora certa", disse Fabio Carille, treinador do Corinthians, ao Premiere.

Em sua rede social, o Corinthians lamentou o que ocorreu antes da partida no Couto Pereira. "Infelizmente, a violência e a covardia se tornaram, mais uma vez, os principais assuntos num domingo de futebol. Que os torcedores que sofreram os atos de agressão e covardia se restabeleçam e que os órgãos competentes apurem e punam os responsáveis", escreveu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos