Um item foi fundamental para Nenê voltar a ser titular no Vasco: marcação

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Paulo Fernandes/Vasco.com.br

    Nenê em ação na partida entre Vasco e Avaí

    Nenê em ação na partida entre Vasco e Avaí

Adepto de compactações e forte marcação, o técnico Milton Mendes surpreendeu a todos com a atitude corajosa de barrar Nenê, o jogador mais badalado do Vasco. No banco de reservas cinco vezes pela primeira vez desde que chegou ao clube, em 2015, o meia teve que entrar nas regras do treinador para poder voltar a ser titular. E um item em específico foi fundamental para isso: marcar.

Na vitória por 1 a 0 sobre o Avaí, o que se viu foi um Nenê que, além de organizar as jogadas, ajudou na marcação e deu combate nos laterais até na linha de fundo.

"No futebol moderno, não dá para um defender e os outros não. Todos estavam trabalhando, até o Luis Fabiano. O Nenê retornou porque entendeu isso. Está sendo um craque disciplinado taticamente, muito mais valorizado. Muito feliz com ele e com o Pikachu", declarou Milton.

A aplicação tática do camisa 10 e do time como um todo surtiram feito. Além da vitória, o Vasco, pela primeira vez no Campeonato Brasileiro, saiu de campo sem sofrer gols.

"O Avaí teve envolvências, é uma equipe que joga bem. Impuseram um ritmo depois que levaram o gol. Acho que foi mais mérito nosso do que deles. Martín defendeu bolas boas, zaga tirou bolas boas, meio estava compactado. Sofremos no fim do primeiro tempo porque nossos homens de lado não estavam indo para dentro. Arrumamos no intervalo e as oportunidades apareceram", avaliou o treinador.

O Vasco terá agora mais dois jogos no Rio de Janeiro. Nesta quarta-feira, o clássico com o Botafogo no Nilton Santos (Engenhão). No domingo, recebe o Atlético-GO em São Januário.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos