Carille admite "duas propostas grandes" antes de assumir o Corinthians

Do UOL, em São Paulo

  • Thiago Ribeiro/AGIF

Querido pela maior parte da torcida do Corinthians após vencer o Campeonato Paulista e estar à frente da equipe que lidera o Campeonato Brasileiro, o técnico Fábio Carille revelou nesta terça-feira que quase não assumiu o comando do clube no fim do ano passado.

"Falei para o Alessandro (gerente de futebol) que eu quase não me tornei o técnico efetivo. Recebi duas propostas grandes para me tornar auxiliar nos dias 10 e 15 de dezembro. Eu fui efetivado no dia 22", relembrou o treinador alvinegro em entrevista à rádio Transamérica.

Antes de anunciar Carille para comandar o clube em 2017, o Corinthians recebeu negativas de Guto Ferreira, Dorival Junior e Reinaldo Rueda. Para o técnico, a atitude de Roberto de Andrade de priorizar outros nomes pareceu justificável. "Se eu sou o presidente do clube, após o 2016 que o Corinthians teve, eu não sei se apostaria num auxiliar", disse.

CURSO NA EUROPA EM 2018

Carille, que está prestes a terminar o curso de treinadores da CBF, revela planos de estudar na Europa no fim do próximo ano. "Termino o curso da CBF em dezembro. Se Deus quiser e eu ficar mais tempo no Corinthians, em dezembro de 2018 pretendo fazer curso lá fora."

NOVO FERGUSON?

De bem com a torcida e respeitado pelos jogadores e comissão técnica do Corinthians, o treinador reiterou que não pretende deixar o Corinthians nem tão cedo. "Eu valorizo muito gratidão. Pode aparecer o que for, só saio do Corinthians eu só quando eles me mandarem embora. Seleção é sonho, mas no que depender de mim, não saio do Corinthians"

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos