Procuradoria da Espanha denuncia Mourinho por fraudar R$ 12 milhões

DO UOL, em São Paulo

  • Rui Vieira/AP Photo

    Jose Mourinho é acusado de fraude fiscal

    Jose Mourinho é acusado de fraude fiscal

O técnico Jose Mourinho foi denunciado pela Procuradoria Provincial de Madri por fraude fiscal. Segundo comunicado do Ministério Público, o treinador do Manchester United cometeu dois crimes contra a Fazenda relacionados ao imposto de renda

Ainda de acordo com o comunicado, os crimes foram cometidos durante os anos de 2011 e 2012 na época em que Mourinho era técnico do Real Madrid. A quantidade sonegada é aproximadamente 3,3 milhões de euros (R$ 12 milhões na cotação atual).

O Ministério Público também relata que o comandante português não declarou o rendimento da transferência ao Real Madrid, juntamente com os direitos de imagem, no imposto de renda.

O fisco acusa Mourinho de destinar os valores referentes ao direito de imagem para duas empresas fora da Espanha (Kooper Services e Multisports & Image). Essa estrutura montada foi utilizada para driblar o fisco, afirma o MP espanhol.
 
A investigação concluiu que a Kooper Services pertence ao próprio Mourinho. "Dado que não existe diferença entre o denunciado e a empresa Kooper, o denunciado apresentou gastos que não correspondem com a realidade".

Quando chegou ao clube merengue em 2010, o treinador adquiriu um título de residente fiscal da Espanha, mas deixou de declarar o que ganhou "com a intenção de obter um benefício ilegítimo", de acordo com o comunicado do Ministério Público.

O empresário de Jose Mourinho é Jorge Mendes, o mesmo de Cristiano Ronaldo, que também é acusado de fraude fiscal pelas autoridades da Espanha.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos