Jornal: Messi cogitou trocar Barça por City após virar alvo da Fazenda

  • Francisco Seco/AP Photo

    Messi pensou em deixar o Barcelona

    Messi pensou em deixar o Barcelona

Assim como Cristiano Ronaldo, Messi já cogitou deixar a Espanha por causa das acusações de fraude fiscal. De acordo com o jornal "Mundo Deportivo", o atacante do Barcelona pensou em deixar o time no ano passado depois de uma condenação de 21 meses.

No último dia do julgamento por fraude fiscal contra o craque argentino Lionel Messi que aconteceu no início do mês, a promotoria reiterou nesta sexta-feira (03) o pedido de absolvição do jogador, ao mesmo tempo que culpou o pai do atleta, considerado "seu alter ego na gestão econômica".

Os representantes do time catalão conversaram com Messi na época para convencê-lo a ficar. O Manchester City ficou interessado no jogador, mas o Barcelona impôs a cláusula de 250 milhões de euros (R$ 924 milhões).

Messi e seu pai, Jorge Horacio, foram acusados de uma evasão de 4.16 milhões de euros ao fisco espanhol entre 2007 e 2009, com a utilização de uma série de empresas no Reino Unido, Suíça, Belize e Uruguai para receber os direitos de imagem, evitando assim o pagamento de impostos.

Durante estes anos, Messi assinou contratos de patrocínio com marcas como Adidas, Konami, Pepsi ou Danone em nome de uma empresa no Uruguai, Jenbril, que pertencia 100% a ele e à qual cedeu a gestão de seus direitos. O jogador afirmou desconhecer tudo isto.

O emaranhado de empresas foi elaborado por um escritório de advocacia de Barcelona que prestava assessoria à família na área fiscal e que mantinha contato apenas com seu pai.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos