Após bronca de Luxa, Sport muda postura e enfim pontua como visitante

Do UOL, em Recife

Depois da derrota na Ilha do Retiro por 3 a 1 contra o Vitória, Vanderlei Luxemburgo não poupou críticas à sua equipe. Disse que faltou postura dos seus atletas, cobrando "espírito de decisão". Nesta quarta (21), no empate por 2 a 2 contra o Atlético-MG fora de casa, ele viu o Leão pernambucano mudar de atitude. O time saiu à frente, tomou a virada, mas buscou a igualdade - que rendeu o primeiro ponto do Sport como visitante no Brasileirão.

"Quando terminou o jogo [contra o Vitória] ficaram falando de tática. O problema foi de atitude. Hoje tivemos atitude de quem busca alguma coisa. Nós demos um passo importante de evolução, do que queremos daqui para frente. Nós encontramos uma atitude de quem quer jogar no Sport. A torcida não aceita falta de vontade, o cara pode não jogar nada, mas não pode faltar vontade ", afirmou Luxa.

"Futebol tem de ter cobrança, tem de cobrar do jogador, da equipe. Futebol não é igreja, teatro. Time não teve atitude? Tem de dizer que não teve atitude. Futebol está com muita 'amiguice', não pode fazer isso, falar aquilo, falar um palavrão, falar com o jogador, com o árbitro, futebol está ficando meio chato", acrescentou na entrevista coletiva, antes de dizer que iria liberar uma cerveja para seus jogadores no hotel.

Luxemburgo destacou que a mudança de postura da equipe, que pressionou o Atlético-MG  desde os minutos iniciais, foi um pedido seu para que o Sport não deixasse Belo Horizonte derrotado: "Se você ficar aqui defendendo o tempo todo, vai perder. Tem de agredir sempre, jogar fora é não se intimidar e partir para cima. Ir para cima deles foi uma maneira de surpreender, não se intimidar e jogar".

Mesmo com a boa partida contra o Galo e a conquista do primeiro ponto fora de casa, o Sport permanece na zona de rebaixamento do Brasileirão. Após seis jogos à frente da equipe no campeonato, Luxa voltou colocar como meta a conquista de uma vaga na Libertadores.

"Se terminasse o campeonato hoje, a gente seria rebaixado, mas está tudo muito próximo. Podemos avançar, nos recuperar, e brigar por uma vaga de Libertadores, que é nosso objetivo."

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos