Técnico mudou, mas vida de Ganso deve continuar dura no Sevilla

João Henrique Marques

Do UOL, em Sevilla

Paulo Henrique Ganso ainda não tem motivos para festejar a saída do desafeto Jorge Sampaolli no comando do Sevilla. O novo treinador, o também argentino Eduardo Berizzo, tem perfil parecido, e a saída do brasileiro continua sendo especulada no clube. A previsão da mídia local é de que o meia vai seguir a rotina de falta de espaço no time principal.

No Sevilla, não há pistas do time planejado por Berizzo. O que pesa contra Ganso no momento é o fato da contratação mais requisitada ser a volta do argentino Banega, atualmente na Inter de Milão. O jogador de passagem de sucesso pelo clube entre 2015 e 2016 ocupa o mesmo setor do brasileiro no campo.

"Uma saída do Ganso na volta das férias não surpreenderia ninguém por aqui. Agora também parece claro que o novo treinador precisa, ao menos, dar chance para ele jogar", destacou Jesus Márquez, repórter do Canal Sur, de rádio e televisão de Sevilla.

O problema para o Sevilla é de que vender Ganso não é tarefa fácil. Uma negociação por valor inferior aos 10 milhões de euros pagos na contratação está descartada. E não há crença de que o jogador alcance esse valor no mercado. Um empréstimo seria a solução.

O problema seguinte é a falta de interesse de Ganso em sair do Sevilla. O meia tem contrato até  julho de 2021 e carrega a expectativa de ter mais chance como titular com Berizzo – com Sampaolli no comando foram apenas sete jogos como titular na temporada.

"É interessante notar que Luis Fabiano e Renato viraram ídolos no Sevilla e passaram por uma temporada muito ruim no primeiro ano no clube. É um processo de adaptação duro, e o Ganso precisa de mais chance. Agora não dá para dizer que isso vai acontecer visto que o treinador (Berizzo) tem ideias parecidas com a do Sampaolli" comentou Quico Canterla, repórter do jornal "El correo de Andalucia".

"Me unem mais ideias em comum do que diferentes. Assim como o Sampaolli também quero atacar, adiantar linhas. Para isso precisamos recuperar rapidamente a bola e ficar com ela por mais tempo. Gosto de mandar nos jogos", destacou Berizzo em sua apresentação.

Após o discurso, o diário "Marca" fez uma análise do que esperar do Sevilla de Berizzo. Ganso apareceu como terceira opção como meia pela esquerda, atrás de Franco Vázquez e Montoya. A publicação ainda listou o brasileiro como "possível saída".

"O enigma Ganso deve permanecer. Ou o Sevilla o negocia ou seguirá com um jogador sem o perfil desejado pelo treinador", destacou a reportagem.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos