De rejeitado a xodó: como Paulo Roberto tornou-se decisivo no Corinthians

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

"O mundo dá voltas". Foi dessa forma que o volante Paulo Roberto avaliou o próprio desempenho na vitória do Corinthians por 1 a 0 sobre o Grêmio no domingo (25), em Porto Alegre. O resultado deu ao time alvinegro a vantagem de quatro pontos na liderança e o jogador armou a jogada no lance do gol marcado por Jadson.

O atual momento contrasta com o sentimento do atleta de 30 anos logo que chegou ao clube paulista, em janeiro passado. Ao ser anunciado como jogador do Corinthians depois de uma negociação com o Sport, Paulo Roberto foi alvo de críticas sem nem mesmo entrar em campo com a camisa alvinegra - na ocasião, o clube buscava a contratação de Rithely, também do Sport.

"Eu já esperava que seria um dos jogadores rejeitados, digamos, mas não esperava tanto. Isso me pegou de surpresa, você fica chateado, sim. Isso era complicado porque no dia da contratação eu estava em casa, acompanhava na internet e só do meu lado a minha esposa, minha mãe e meu pai, todos acompanhando, e a gente fica um pouco triste", disse o volante em entrevista ao UOL Esporte em março passado, logo após fazer a estreia no Corinthians.

Aos poucos, jogo a jogo, o volante ganhou a confiança de Fábio Carille. Para isso, contou com a versatilidade a até um pouco de sorte. Na  decisão do Campeonato Paulista, por exemplo, Paulo Roberto ganhou uma chance entre os titulares depois de o titular Gabriel receber o terceiro cartão amarelo no primeiro jogo da final, em Campinas.

Rodrigo Gazzanel/Ag.Corinthians
Volante corintiano antecipa o atacante Luan

Em seguida, foi escalado na lateral direita, mesmo sem nunca ter atuado na posição. Sem a mesma performance de Fagner, ele cumpriu o papel defensivo, sem comprometer. O Corinthians, por sua vez, derrotou Vasco, São Paulo e Cruzeiro.

Depois da sequência de partidas, o volante viu novamente o destino entrar em ação justamente às vésperas de um jogo que decidiria o líder do Brasileirão após dez rodadas. Sem Gabriel, suspenso, Carille escalou Paulo Roberto na partida contra o Grêmio.

Destaque no meio-campo

Mesmo atuando ao lado de Maycon no meio-campo, com o trio Jadson, Rodriguinho e Romero à frente, Paulo Roberto destacou-se ofensivamente - durante o jogo, o volante apareceu nos Trending Topics mundiais do Twitter, com milhares de menções.

No confronto de líderes, Paulo Roberto conseguiu avançar pelo lado esquerdo e invadir a área em duas oportunidades - em ambos os lances, driblou o zagueiro Geromel. Na primeira jogada, obrigou Marcelo Grohe a fazer grande defesa no começo do primeiro tempo. Na etapa final, cruzou rasteiro para o meio da área e viu Jadson finalizar e balançar a rede gremista.

"Um dos poucos lances em que agredimos no primeiro tempo foi com o Paulo Roberto. Trabalho com meus volantes alternados. Contra o São Paulo, Maycon e Gabriel estavam na área. Quando um sai para o jogo, o outro trabalha por trás", explicou o técnico Fábio Carille.

Ao fim da partida, Paulo Roberto disse "que não joga para provar nada para ninguém, apenas para ele mesmo". O volante ainda ganhou o apoio público do técnico Fábio Carille, que ressaltou a importância dos jogadores que vêm do banco de reservas.

"Cada vez menos me preocupo com desfalques. É preciso valorizar o elenco. Sei do potencial do Paulo Roberto desde 2010. Tem qualidade no passe. Estou muito feliz pela atuação dele e do time. Marquinhos e Clayson também têm entrado bem", afirmou o treinador.
 
Rodrigo Gazzanel/Ag.Corinthians
Paulo Roberto passa pela marcação de Geromel: destaque no ataque corintiano

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos