Chapecoense negocia o retorno do atacante Leandro Pereira

Daniel Fasolin e Roberto Oliveira

Colaboração para o UOL, em Chapecó (SC) e Recife (PE)

  • Guga Matos/JC Imagem

    Atacante está no Sport atualmente

    Atacante está no Sport atualmente

A Chapecoense está correndo fora de campo para anunciar novos reforços para compor o elenco neste segundo semestre. Das últimas seis partidas a equipe venceu apenas uma e a cobrança por caras novas é grande em Chapecó. Por esse motivo, o clube tentará trazer de volta o atacante Leandro Pereira, ex-Palmeiras e com passagem marcante pelo time catarinense em 2014.

No último final de semana o técnico Vagner Mancini explicitou a necessidade de reforços: "Nós não temos dois times em igualdade técnica, gostaríamos de ter, mas não temos". O treinador também falou sobre o desgaste do elenco. "Nós perdemos vários jogadores por lesão e tenho medo que alguns se machuquem devido ao alto número de jogos", afirmou.

A diretoria, por sua vez, fala em "não contratar por contratar", mas já vem há algum tempo mantendo contato com vários atletas. Um deles é Leandro Pereira, hoje emprestado ao Sport. Fontes ligadas ao clube catarinense informaram que as negociações estão em andamento, porém alguns detalhes faltam para que as partes se acertem.

A Chapecoense trabalha com um teto salarial bem definido e não abre mão desta premissa. Leandro, que pertence ao Club Brugge, da Bélgica, teria que se adequar ao proposto pelo clube catarinense.

Contatado pelo UOL Esporte, o empresário do jogador, Neto Genovez, afirmou que não tomou conhecimento de proposta e que não há negociação por Leandro no momento.

O atacante já vestiu a camisa da Chapecoense em 2014, antes de se transferir para o Palmeiras. Jogou 26 partidas pelo clube de Santa Catarina e marcou 11 gols. No Sport desde 2017, fez 20 jogos na temporada e anotou 4 gols.

A Chapecoense trabalha com um teto salarial bem definido e não abre mão desta premissa, no caso Leandro Pereira, que está emprestado ao Sport pelo Club Brugge, da Bélgica, com quem tem contrato até meados de 2019, o jogador teria de se adequar à proposta salarial da Chapecoense. O clube belga, aliás, não teria interesse em tirar o jogador do Leão da Ilha no momento.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos