Flu pede aluguel do Engenhão de graça em troca de Maranhão e Bota desiste

Bernardo Gentile e Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • NELSON PEREZ/FLUMINENSE F.C.

A possibilidade de o atacante Maranhão trocar as Laranjeiras por General Severiano não passou apenas de uma ideia de o Botafogo reforçar seu grupo com um jogador que está relegado a segundo plano no Fluminense.

Com pouco poder de fogo para ir no mercado e com um elenco enxuto, o Alvinegro procurou o Fluminense para conhecer os termos de uma possível negociação. O Flu não se opôs, mas a oferta enterrou as possibilidades: para liberar Maranhão, o Tricolor pediu a isenção completa de dois alugueis do Estádio Nilton Santos.

O Botafogo achou que a contrapartida proposta representaria uma perda financeira maior do que o investimento no atacante merece. Assim, o papo foi dado por encerrado. Apenas para a locação de seu estádio para o rival, o Botafogo deixaria de arecadar cerca de R$ 400 mil.

O jogador viu com bons olhos a possibilidade da troca. Sem espaço com Abel, ele foi preterido da lista de inscritos da segunda fase da Copa Sul-Americana. Ele recebeu poucas oportunidades na temporada.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos