Sem campo principal do CT, Ceni usa andaime para ver jogo-treino do SP

Bruno Grossi

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • MAURíCIO RUMMENS/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

    Rogério Ceni teve vista privilegiada para jogo-treino contra o sub-19

    Rogério Ceni teve vista privilegiada para jogo-treino contra o sub-19

Rogério Ceni já havia comandado breve atividade para os titulares do São Paulo quando o jogo-treino desta quarta-feira contra o time sub-19 começou. No meio dos jogadores, o auxiliar Pintado atuava como árbitro. Na beira do gramado, o outro assistente, o inglês Michael Beale, passava orientações para os reservas do profissional. Enquanto isso, Ceni buscava um ângulo melhor para observar a movimentação de seus suplentes e, para isso, usou um andaime.

A estrutura está presente há cerca de três meses no CT da Barra Funda, como já acontecia com o Corinthians no CT Joaquim Grava, complementando os equipamentos utilizados pelo departamento de análise de desempenho. Normalmente, quem se posiciona na plataforma carrega uma câmera e um computador, que recebe informações do GPS e dos sensores que ficam com os atletas, reunindo informações fisiológicas, de espaço percorrido e intensidade aplicada.

Analistas de desempenho, membros da equipe de vídeo ou da de fisiologista costumam ficar solitários sobre o andaime, mas desta vez Rogério Ceni buscou refúgio no local. Os primeiros gritos vindos do alto surpreenderam até os funcionários do clube, acostumados a ver o técnico quase sempre misturado aos jogadores, muitas vezes interagindo nas jogadas treinadas. 

Nos jogos-treino, no entanto, a postura quase sempre é mais discreta. Usualmente, esse tipo de atividade é disputada no campo principal do CT, que possui uma arquibancada. É lá que Ceni fica a maior parte do tempo, conversando com auxiliares e analistas. O gramado principal, porém, recebe reparos nesta semana, levando o trabalho para o campo do fundo, justamente onde a plataforma foi montada.

Em cima do andaime, o treinador viu os reservas do profissional apenas empatarem em 1 a 1 com o sub-19, com gol do lateral-direito Bruno, escalado para atuar na ponta. A equipe atuou com Sidão, Buffarini, Arboleda, Douglas e Edimar; Militão, Cícero e Wesley; Bruno, Thomaz e Wellington Nem. Agora, serão mais três dias de treino até o compromisso da 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, contra o Flamengo, na Ilha do Urubu. A tendência é que o Tricolor jogue com Renan Ribeiro, Araruna, Lugano, Rodrigo Caio e Júnior Tavares; Jucilei, Thiago Mendes e Cueva; Marcinho, Denilson e Pratto.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos