Não são só estrelas! Casamento terá amigos de infância humilde de Messi

Jorgelina Hiba

Da AFP, em Rosário (ARG)

  • Daniel Ochoa de Olza/AP

    Casamento de Messi será realizado em Rosário, na Argentina

    Casamento de Messi será realizado em Rosário, na Argentina

"Estou deixando o cabelo crescer para fazer um corte de estrela na última hora", diz entre risadas Diego Vallejos, amigo de infância de Lionel Messi e um dos 250 convidados para o casamento do craque argentino em Rosário.

Fiel às raízes, Messi deixou no humilde bairro de Las Heras as amizades conservadas em seus quase 30 anos, que foram comemorados no dia 24 de junho, uma semana antes do casamento que vai juntar anônimos e famosos queridos pelo astro do futebol.

Um deles é Vallejos, com quem costuma comunicar-se por WhatsApp e que foi vizinho e colega na escola. Os relatos deste amigo, memória viva do passado simples do jogador, são tão valiosos que ele participou do filme bibliográfico do cineasta espanhol Alex de la Iglesia, em 2014, entitulado "Messi".

Feliz pelo casamento de Messi e Antonella no dia 30 de junho, Vallejos confessou à AFP que além do corte de cabelo está preocupado com a escolha da roupa para a cerimônia.

Astuto, estava tentando conseguir dinheiro para comprar um lindo terno. Dois dias depois, foi capaz de encontrar um para alugar.

A entrevista foi atrás da escola primária onde estudou com Messi, em frente a um enorme mural onde o capitão da seleção argentina comemora um gol.

"Eu quero estar com Lionel, mas aos poucos vou me misturar entre os outros convidados", afirmou, imaginando uma pista de dança onde estrelas do futebol possam mostrar suas habilidades com os pés, mas sem a bola.

Vallejos disse estar feliz em participar do casamento do astro do Barcelona "com seu amor de sempre", Antonella Roccuzzo, no complexo do hotel e cassino City Center de Rosário, 310 quilômetros ao norte de Buenos Aires.

"SIMPLES E IGUAL"

Vallejos não se surpreende que Messi tenha escolhido se casar em Rosário, cidade onde volta frequentemente para passar as férias e as festas de fim de ano. Foi lá onde batizou seus dois filhos no último verão.

"Eu não acho estranho que ele venha aqui para se casar, porque ele sempre foi igual. É uma pessoa comum que quer estar próxima de sua família e amigos", falou Vallejos, que compartilhou tarde de futebol e brincadeiras de crianças com Messi, no humilde bairro de Las Heras.

Destacou a humildade de seu amigo, "a quem o dinheiro não mudou a personalidade", falou.

"Estou ansioso para dividir esse momento com ele, que tem a humildade de me convidar sendo um dos seus amigos de toda a vida e vindo de uma família comum", acrescentou.

Vallejos vibra com a história dos noivos: "foi um amor de toda a vida. Nasceu quando eram pequenos, foram amigos, depois noivos e agora vão se casar", sintetizou.

AMIGO IDOLATRADO

A realidade de Vallejos está muito distante da de seu amigo.

"Minha vida é muito diferente da dele. Eu tenho meu trabalho e às vezes as coisas são difíceis para um trabalhador. Meu sonho é vê-lo jogar na Europa antes de se aposentar, para eu escutar o estádio todo gritando seu nome", disse.

Exibe uma camiseta da banda argentina La Renga, autografada por seu amigo astro mundial. "Vão vê-la um pouco amarelada e com algumas manchas, porque essa eu não lavei mais", explicou com sonora gargalhada.

Em vez de presentes, Messi pediu aos convidados doações para sua fundação solidária.

"Isso é para os Vip's", esclareceu Vallejos. "O meu vai ser algo mais simbólico, mas certamente vai ter um presente. Quem sabe eu não dou uma dessas duplas de abotoaduras que se usam na manga dos ternos", revelou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos