Caçula do Inglês paga R$ 34 milhões ao City para manter destaque do time

Do UOL, em São Paulo

  • Kirill Kudryavtsev/AFP

    Aaron Mooy, da Austrália (número 13), em ação na Copa das Confederações

    Aaron Mooy, da Austrália (número 13), em ação na Copa das Confederações

De acordo com reportagem do jornal inglês "Daily Mail", o Huddersfield Town, caçula da Premier League, pagou 8 milhões de libras (cerca de R$ 34,2 milhões) ao Manchester City para adquirir os direitos do meia Aaron Mooy e mantê-lo no time. O valor da compra é recorde para o clube.

Mooy, que defende também a seleção australiana, foi cedido pelo City ao Huddersfield por empréstimo e disputou 51 jogos pelo clube, marcando quatro gols e distribuindo dez assistências. O meia foi peça importante na campanha que rendeu a promoção para a Premier League.

Por conta de bônus contratuais previstos na negociação, o valor da compra de Mooy pode chegar a 10 milhões de libras (aproximadamente R$ 42,8 milhões).

O contrato de Mooy com o Huddersfield será de três anos com opção de renovação automática para o quarto se o clube desejar. O jogador já disputou 28 partidas com a seleção australiana, marcando seis gols.

Para sua campanha na elite inglesa, o Huddersfield renovou os contratos do treinador David Wagner e do assistente técnico Christoph Buehler.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos