Com SP em xeque, R. Caio, Pratto e Jucilei puxam fila de exemplos positivos

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

  • NEWTON MENEZES/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

    Rodrigo Caio é visto como exemplo de dedicação ao São Paulo

    Rodrigo Caio é visto como exemplo de dedicação ao São Paulo

O São Paulo vive momento conturbado dentro e fora de campo. Com apenas 11 pontos conquistados pelo time em dez partidas neste Campeonato Brasileiro, o elenco vive reformulação e conselheiros e dirigentes procuram culpados. Na última reunião do Conselho Deliberativo, na segunda-feira (26), por exemplo, segundo o UOL Esporte apurou, o diretor executivo de futebol, Vinícius Pinotti falou de jogadores descompromissados, sem citar nomes. Por outro lado, há os atletas considerados exemplos positivos. Neste segundo grupo, Rodrigo Caio, Lucas Pratto e Jucilei puxam a fila.

O trio é visto como referência de dedicação tanto pela diretoria, quanto pela comissão técnica, e não são raros os casos em que os três tentam trabalhar para unir ainda mais o elenco. Eles quase sempre são os que dão a cara em entrevistas mesmo após as derrotas e momentos de crise. Até por conta dessa postura, eles contam também com bom relacionamento com funcionários e dirigentes. A maturidade demonstrada também é bastante elogiada por quem convive.

A relação de união e organização pode ser comprovada também por ações fora de campo, como no caso da renovação de contrato de Lugano. Na ocasião, os jogadores, sempre que possível, deixavam claro o apoio ao uruguaio, que tinha vínculo somente até o fim deste mês. Alguns até gravaram um vídeo para pedir a permanência do zagueiro no clube e divulgaram nas redes sociais durante uma concentração da equipe antes de uma partida.

Porém, não é apenas o trio que está em alta conta com os tricolores. Lugano é outro jogador bastante elogiado por sua postura. O veterano já serviu de interface com a diretoria em outros momentos e é exemplo de conduta em todos os treinos e jogos com a camisa do São Paulo. Buffarini e Araruna, que foi promovido das categorias de base nesta temporada, também figuram na lista positiva tricolor, assim como Renan Ribeiro, que era considerado o terceiro goleiro e passou a ser o titular neste ano.

Thomaz e Marcinho, que foram contratados no decorrer da temporada, em pouco tempo se consolidaram e cativaram a diretoria tricolor. O clube já até estuda uma proposta para ampliar o vínculo com Marcinho, que está emprestado pelo São Bernardo até o fim deste ano. Até mesmo Wesley, que é bastante criticado pela torcida, recebe elogios internos. Rogério Ceni, sempre que possível, cita o volante como exemplo de dedicação aos treinamentos. 

Bronca e exemplo do passado

Por outro lado, segundo apurou a reportagem do UOL Esporte, conselheiros e integrantes da diretoria não estão muito satisfeitos com alguns jogadores, como os meias Cícero e Cueva. O primeiro foi contratado neste ano a pedido de Rogério Ceni. O segundo era um dos destaques da equipe, porém, caiu de produção depois de sofrer lesão, em março, durante partida das Eliminatórias para a Copa do Mundo.

O fato de jogadores serem utilizados como exemplos positivos dentro do elenco não é novidade. No ano passado, quando a equipe comandada por Edgardo Bauza passava por crise no Paulista e na primeira fase da Copa Libertadores, uma reunião com alguns representantes do time como Hudson, Lugano e Denis, serviu para motivar o restante do elenco, que chegou até a disputar a semifinal da competição continental.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos