Sinal amarelo: Palmeiras se arma contra perigo do mata-mata da Libertadores

Bruno Grossi

Do UOL, em São Paulo (SP)

O Palmeiras não perde há cinco partidas na temporada, vem de quatro triunfos consecutivos no Campeonato Brasileiro, mas sabe que tudo isso será colocado em jogo já nesta quarta-feira (05), às 21h45. Será o dia do primeiro embate das oitavas de final da Copa Libertadores da América e o Barcelona é considerado um rival perigoso. A velocidade no ataque e a pressão no estádio Isidro Romero Carbo são alguns dos riscos detectados pela comissão técnica.

"Das últimas seis partidas vencemos cinco. Nítido que tem uma evolução, mas sempre tem algo para melhorar, é natural. Agora no Equador é outro tipo de jogo, fomos ver o clássico entre Emelec e Barcelona, um time rápido, que espaça bem o campo e usa a velocidade. Temos de nos preparar bem por um bom resultado. Estádio grande, cerca de 70 mil pessoas, a cidade já está respirando o jogo. E nós agora vamos respirar este jogo de quarta-feira", analisou o técnico Cuca.

Além do treinador, que espera mais dificuldades para o mês de julho com clássico contra o Corinthians e o duelo de volta com o Cruzeiro pelas quartas de final da Copa do Brasileiro, o goleiro Fernando Prass também se mostrou apreensivo com a partida no Equador. O arqueiro lembra que jogos eliminatórios dão margem bem menor de recuperação e exigem ainda mais da concentração dos atletas.

"O que ficou para trás já é passado, o jogo agora é em Guayaquil. Temos de nos atentar, porque é uma competição totalmente diferente do Brasileirão, com 38 rodadas. Cada erro influencia muito, há sempre mais cobrança e mais tensão. É preciso consciência, ainda mais que um jogo será muito longe do outro", ponderou Prass, citando a distância de 33 dias entre a partida no Equador e a volta no Allianz Parque.

O Palmeiras folga neste domingo, se reapresenta na segunda-feira para treino pela manhã na Academia de Futebol e, logo depois, embarca para o Equador. Após a longa viagem, o grupo terá período de descanso na terça antes de treinar à noite, possivelmente no reconhecimento do gramado do palco da partida contra o Barcelona. Os equatorianos fizeram dez pontos e terminaram em segundo no Grupo A da Libertadores, que teve o Botafogo como líder.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos