Jô se lembra de Bernard e brinca com Pedrinho: "se me ouvir, vai à Copa"

Dassler Marques e Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

  • Daniel Vorley/AGIF

    Jô marcou após jogada de Pedrinho contra o Botafogo

    Jô marcou após jogada de Pedrinho contra o Botafogo

Em ótima fase no Corinthians, o atacante Jô quer usar a sua experiência para aconselhar os mais jovens do elenco corintiano. E o atacante Pedrinho, destaque na vitória por 1 a 0 sobre o Botafogo, no último domingo, tem recebido atenção especial do artilheiro.

Assim como orientou Bernard nos tempos de Atlético-MG, Jô pretende ajudar o jovem corintiano a trilhar um caminho de sucesso na carreira. O ex-atleticano chegou a disputar a Copa do Mundo de 2014 com a seleção brasileira, o que fez o experiente jogador fazer uma previsão em relação a Pedrinho.

"Procuro sempre conversar com Pedrinho e os meninos mais novos, tudo tem seu tempo e eles entendem que a hora deles vai chegar. O que fazem nos treinos se reflete no jogo, uma grande jogada, bonita, persistência, merecedor do que parece (que vai acontecer) com ele. Bernard chegou na Copa do Mundo, e se (Pedrinho) me escutar vai chegar também porque tem talento", disse.

"Nós jogadores já sabemos que o Pedrinho será um dos melhores do Brasil e do mundo", completou o camisa 7 do Corinthians.

Aos 30 anos, Jô tem se destacado na atual temporada por seus gols decisivos, como o do último domingo na vitória por 1 a 0 contra o Botafogo. No atual Campeonato Brasileiro já são seis, todos fundamentais para a campanha que deixa o Corinthians com folga na liderança.

Já Pedrinho, de apenas 19 anos, aos poucos tem recebido oportunidades de Fábio Carille. No último domingo, ele fez a jogada que resultou no gol de Jô. 

"Quando acabou o jogo muitas pessoas vieram me perguntar se eu tinha noção do quanto o lance era bonito. Eu não sabia. Mas foi muito especial, algo que busco de habilidade, improviso. O carinho das pessoas nas ruas e nas redes sociais é muito especial", afirmou o meia-atacante, que vê Jô como uma referência.

"Eu sempre admirei o Jô, de Copa do Mundo, Atlético-MG, e sempre falo pro Carlinhos que precisamos nos inspirar no Jô, que subiu com 16 anos e teve uma grande história. Ele tem descido, mas vai ter oportunidade. E o mais importante é que os mais experientes falam muito conosco", frisou.

Líder de assistências do Corinthians na Copa São Paulo deste ano e com nove partidas disputadas no time profissional, Pedrinho ressaltou a importância de passar com tranquilidade pelas etapas da carreira.

"Eu trabalho com muita humildade, um momento de cada vez. Primeiro quero entrar, me firmar, fazer uma grande história no Corinthians, com títulos. Penso primeiro no Corinthians, em virar ídolo, no dia a dia. Sem dúvidas uma das minhas marcas espero que seja a habilidade", ressaltou o jovem.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos