Wagner cobra maior atuação no Vasco, mas jogou pouco nos últimos anos

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Cleber Yamaguchi/AGIF

    Wagner comemora gol de empate do Vasco sobre o Coritiba na Vila Capanema

    Wagner comemora gol de empate do Vasco sobre o Coritiba na Vila Capanema

Um gol e uma sobrevida. Pouco aproveitado no Vasco, Wagner deixou o dele contra o Coritiba e agora quer uma maior sequência de jogos para contrastar com a realidade de seus últimos anos, quando teve um número baixo de partidas.

Se pelo lado financeiro a ida à China rendeu frutos, pelo lado esportivo pode-se considerar uma frustração. Negociado em 2015, ele fez apenas nove jogos no primeiro ano 11 no segundo, somando dois gols neste período.

Antes de estrear pelo Vasco, dia 12 de fevereiro de 2017, sua última partida oficial havia sido em agosto do ano anterior. Como não iria ser aproveitado, sequer foi relacionado para o Campeonato Chinês e ficou treinando à parte. Nesta temporada, foram apenas 13 partidas – sendo apenas três como titulares - e dois gols com a camisa cruzmaltina.

A falta de ritmo de jogo acabou pesando para Wagner no Campeonato Carioca e ele perdeu espaço para jogadores mais jovens, revelados nas categorias de base de São Januário. Para o clássico deste sábado, contra o Flamengo, em São Januário, ele está na disputa por uma vaga entre os titulares com as suspensões dos volantes Jean e Douglas.

"Eu estava com saudade de balançar a rede. É sempre bom. Espero estar em campo mais vezes para ajudar o Vasco", disse Wagner à TV Globo. 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos