São Paulo confirma Dorival Júnior como o substituto de Rogério Ceni

Do UOL, em São Paulo

Dorival Júnior é o novo técnico do São Paulo. O clube realizou o anúncio oficial nesta quarta-feira (5), mais uma vez através da conta do presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, no Twitter. A opção pelo ex-santista foi tomada após reunião na terça na hora do almoço, em Florianópolis, entre o técnico com o diretor executivo de futebol tricolor, Vinícius Pinotti. O treinador foi procurado pelos dirigentes para substituir Rogério Ceni, demitido do cargo nesta segunda-feira (3), e assinou contrato até o fim de 2018.

Dorival foi escolhido como o nome de consenso entre os dirigentes são-paulinos. Após deixar o Santos há um mês, o treinador havia recebido sondagens de Dubai e da China. Porém, deixou claro para o seu estafe a intenção de permanecer no Brasil. Por isso, a proposta do Tricolor também era vista com bons olhos pelo técnico, que chega ao Morumbi acompanhado do auxiliar e filho Lucas Silvestre, do preparador físico Celso Rezende e do analista de desempenho Léo Porto, que deve atuar também nos trabalhos de campo.

Enquanto o novo treinador não começa o trabalho no CT da Barra Funda, o cargo será ocupado de maneira interina pelo auxiliar Pintado. A tendência é de ele comandar a equipe no domingo, na Vila Belmiro, no clássico com o Santos. Dorival deve permanecer em Florianópolis no fim de semana para acompanhar a mulher em um exame médico. O auxiliar deve ser André Jardine, comandante do sub-20.

No total, fora 37 partidas de Rogério Ceni como treinador, começando pela estreia na Florida Cup com empate sem gols contra o River Plate e terminando com derrota por 2 a 0 para o Flamengo, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, no último domingo. O ex-goleiro somou 14 vitórias, 13 empates e dez derrotas, além de 55 gols pró e 42 gols contra e 49,5% de aproveitamento. 

Além de Ceni, a comissão técnica já havia perdido o auxiliar inglês Michael Beale, que pediu demissão na última sexta-feira. Outro que teve a saída confirmada foi o francês Charles Hembert, supervisor de futebol. 

Ceni deixou o São Paulo na 17ª colocação do Campeonato Brasileiro, abrindo a zona de rebaixamento. Na Copa Sul-Americana, foi eliminado ainda na primeira fase para o modesto Defensa y Justicia, no Morumbi. Antes, caiu também na quarta fase da Copa do Brasil, para o Cruzeiro, e na semifinal do Campeonato Paulista, diante do Corinthians. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos