Enderson Moreira recusa oferta da Chape; Vinicius Eutrópio vira favorito

Daniel Fasolin

Colaboração para o UOL, em Chapecó (SC)

  • Jeferson Guareze/AGIF

A Chapecoense recebeu uma recusa do nome favorito para substituir Vagner Mancini no cargo de treinador. Em reunião com o diretor Rui Costa nesta quarta-feira (5), Enderson Moreira não aceitou assumir o time catarinense.

Enderson tem uma dívida de gratidão com o América-MG e preferiu permanecer na equipe mineira, que atualmente disputa a Série B do Brasileiro. No ano passado, o clube manteve o treinador no cargo mesmo com o rebaixamento na elite nacional.

Sem Enderson, a Chapecoense vira sua atenção para Vinícius Eutrópio, que comandou a equipe em 2015. Depois disso, ele ainda teve passagens por Ponte Preta, Figueirense e Santa Cruz.

Vagner Mancini foi demitido na última terça-feira (4). O treinador caiu após o empate da Chapecoense com o Fluminense, fora de casa, por 3 a 3. O clube catarinense ocupa a 15ª colocação do Campeonato Brasileiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos