Goleiro da seleção nigeriana é diagnosticado com leucemia

Do UOL, em São Paulo

  • Matthew Ashton/AMA

O Wolverhampton, clube da segunda divisão inglesa, noticiou no seu site oficial nesta quinta-feira que o goleiro nigeriano Carl Ikeme foi diagnosticado com leucemia aguda durante os exames médicos da pré-temporada.

"Carl começará agora um curso imediato de quimioterapia enquanto inicia uma longa batalha contra a doença", informou o clube inglês por meio de nota oficial.

O diretor-geral dos Wolves, Laurie Dalrymple, disse que o clube dará todo o suporte possível ao goleiro de 31 anos. "É evidente que Carl e sua família receberão o amor e o apoio que o clube pode oferecer. Estamos todos com ele a cada passo para uma recuperação completa"

"Haverá alguns tempos muito difíceis à frente, mas ele receberá o melhor atendimento possível, auxiliado e apoiado por nosso próprio departamento médico do clube, enquanto ele começa a no longo processo de tratamento", completou o diretor.

O goleiro, nascido na Inglaterra, e que desde 2015 atua pela seleção nigeriana, pediu que sua privacidade e de sua família fossem respeitadas no momento.

Ikeme não é o único jogador de futebol que sofre com tumor. No mês passado, o zagueiro espanhol Yeray, do Athletic Bilbao, foi diagnosticado com um câncer no testículo e desde então está em tratamento para se recuperar o mais breve possível.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos