Guanghzou rejeita oferta do Barça e diz que Paulinho não está à venda

Do UOL, em São Paulo

  • Thomas Peter/Reuters

    Paulinho renovou em janeiro seu contrato com o time chinês, com multa de R$ 175 milhões

    Paulinho renovou em janeiro seu contrato com o time chinês, com multa de R$ 175 milhões

O Guangzhou Evergrande informou que não negociará o volante Paulinho para o Barcelona. De acordo com a imprensa europeia, o time chinês agradeceu ao time catalão pelo interesse, mas explicou os motivos da recusa.

O Guangzhou destacou que o atleta não está à venda, acrescentando que Paulinho é peça fundamental para o segundo semestre.

"Paulinho, que renovou seu contrato em janeiro de 2017, é um jogador importante para o nosso projeto a longo prazo. Nosso clube deu uma resposta formal ao Barcelona explicando por que rechaçamos a oferta pelo Paulinho, que não está à venda", informa o comunicado da equipe chinesa, reproduzido pela mídia internacional.

O Barcelona teria oferecido 20 milhões de euros (R$ 75 milhões).

"Queremos agradecer o Barcelona por demonstrar um grande interesse pelo Paulinho".

Contratado pelo Guangzhou em junho de 2015, Paulinho soma 27 gols em 89 partidas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos