De férias, jogador é assassinado em tentativa de roubo no litoral de SP

Adriano Wilkson

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação

    Johnson Kendrick, jogador do Al Gharafa, do Qatar, que morreu em tentativa de assalto no Guarujá

    Johnson Kendrick, jogador do Al Gharafa, do Qatar, que morreu em tentativa de assalto no Guarujá

O jogador Johnson Kendrick Feliciano, que atuava pelo Al Gharafa, do Qatar, estava de férias no Brasil quando sofreu uma tentativa de roubo e acabou assassinado em sua cidade natal, Guarujá, no litoral paulista. A polícia civil investiga as circunstâncias do crime, que ocorreu na manhã desta sexta-feira (7). O atleta tinha 24 anos.

Em nota, a secretaria de saúde do Guarujá disse que Johnson Kendrick Feliciano da Costa foi baleado no bairro Pae Cará, em Vicente de Carvalho.

O jogador foi atendido pelo SAMU e encaminhado ao hospital, mas não resistiu e chegou em óbito no local. Seu corpo foi encaminhado ao IML.

Em seu site, o Al Gharafa manifestou seu pesar e suas condolências à família do jogador. Segundo o clube, citando informações da imprensa brasileira, Johnson Kendrick foi baleado por uma pessoa que dirigia uma moto. 

Kendrick começou jogando bola nas praias do Guarujá e chegou a ser treinado pelo ex-jogador Afonsinho, que atuou com Pelé nos anos 50 e mantinha uma escolinha de futebol para crianças carentes na cidade. O atacante então conseguiu ser agenciado por um empresário catari e chegou ao país para defender um clube da segunda divisão.

Quando conseguiu o acesso à elite, ele foi contratado pelo Al Gharafa, um dos maiores clubes da região.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos