Presidente do Barça diz que Verratti quer jogar no time, mas PSG não libera

Do UOL, em São Paulo

  • Xinhua/Hollandse-Hoogte/ZUMAPRESS

    Verratti em partida contra o Barcelona: interesse mútuo, mas barrado pelo PSG

    Verratti em partida contra o Barcelona: interesse mútuo, mas barrado pelo PSG

O presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, admitiu que o Barcelona tenta a contratação do meio-campista Verratti, mas que a postura irredutível do PSG inviabiliza o negócio. Em entrevista ao jornal "Sport", o mandatário disse que o jogador italiano quer se transferir para o time catação, mas dificilmente o negócio será concretizado.

"É um jogador que os técnicos gostam. Robert (Fernandéz, secretário-geral) quer que venha, Ernesto Valverde (técnico) também. E sabemos que o jogador quer vir para o Barça. O problema é que o PSG já nos disse que ele não quer negociar", disse.

Segundo Bartomeu, o fato de não haver uma cláusula que fixe o valor para a transferência de Verratti complica a transferência. Assim, o Barcelona se diz com as mãos atadas no interesse e já admite que busca um plano B.

"O fato de que não há cláusula de saída é um problema porque você não pode ir lá para assinar um jogador. Portanto, se o clube não quer vender, como é neste caso, não tem o que fazer: 'não queremos vender, não queremos sentar com vocês, falaremos sobre o que você quiser, mas de Verratti não'", explicou.

Uma das alternativas do Barcelona é o meio-campista brasileiro Paulinho, mas a negociação também se mostra complicada. O Guangzhou Evergrande recusou uma proposta do clube catalão nesta semana, mas Bartomeu não quis comentar o assunto em outra entrevista concedida nesta sexta-feira, para o jornal "Mundo Deportivo'.

"Conheço o Paulinho e conheço o Guangzhou. Mas o Barcelona não explica as operações que faz no mercado", disse.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos