Carille elogia postura do time contra o Palmeiras: "Vitória é muito grande"

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

O técnico Fábio Carille não poupou elogios aos jogadores do Corinthians depois de o time alvinegro derrotar o Palmeiras por 2 a 0 em pleno Allianz Parque. O treinador disse que o triunfo corintiano "é muito grande" e destacou ainda a postura da equipe com e sem a bola.

"A equipe jogou concentrada o tempo todo, cumprindo função com e sem bola. Saímos felizes com o resultado e com o desempenho de todos. Tanto que eu não conseguia fazer substituição. É uma vitória muito grande e mostra que o time está no caminho certo", disse o treinador

"A gente sabe muito jogar sem bola, Jadson dobrando marcação com 34 anos. Palmeiras tinha que se atirar e se atirou. Tudo que nós nos programamos aconteceu. Isso me deixa mais feliz ainda", completou Carille, que admitiu que não esperava uma campanha tão boa em 13 rodadas.

"Estou surpreso desde as finais do Paulista. Surpreende, sim, cada dia mais. Não sei o que vai acontecer, mas o grupo vai trabalhar com os pés no chão", disse o comandante alvinegro.

Nesta quarta-feira, o Corinthians abriu caminho para a vitória com Jadson, que cobrou pênalti com frieza. Na etapa final, Guilherme Arana deu números finais à partida. Com a vitória, o time de Carille soma 35 pontos em 39 possíveis - já são 16 pontos de vantagem sobre o Palmeiras e 12 sobre o Santos, que é o segundo colocado - o Flamengo pode diminuir a diferença para nove nesta quinta, contra o Grêmio, em casa.

Confira mais trechos da entrevista de Carille:

Atuação quase perfeita

Trabalhamos muito triangulações e jogadores próximos, o momento mostra quem vai infiltrar. Maycon, Arana e Romero, Jadson, Rodriguinho e Fagner do outro. Passou do arana, perdeu a bola, volta o Romero. Arana não ajuda no gol? Romero pq não pode ajudar a marcar? Ser determinados e saber o que fazer com a bola e sem bola um faz o trabalho do outro. Time de homens, jogadores comprometidos

Postura do time

Todo mundo concentrado, um jogo de disputas, de concentração, jogo muito na lateral para jogar lá dentro, viemos preparados para tudo que acontecer, esconderam escalação, não ia mudar a forma pelo time do palmeiras, viemos muito preparados para competir e depois jogar futebol.

Arana em alta

O Arana quando surgiu a possibilidade do Uendel ir a gente não teve preocupação nenhuma. Está desde 2015 com a gente, escolha de família do Uendel ir também e a gente não teve problema por ter o Arana no grupo.

Participação de Romero

Romero ganha confiança, muito participativo, determinado, finaliza muito bem. Está jogando um pouquinho mas daqui a pouco vai chegar na área e fazer muitos gols.

Como é o Corinthians

Bem organizado taticamente, entrega fora do normal, grupo de homens. Cada dia mais me surpreende com Jô, busquei informações, sempre decisivo e jogando bem. Rodriguinho jogando muito, Jadson, Romero.

A virada corintiana

Desandou pela mudança de atletas, não Oswaldo ou Cristóvão, mas quando perdemos Elias, Bruno e Felipe, foi difícil para arrumar, para dar confiança ao grupo e entenderam muito bem. Tenho lances do Clayson baixando para marcar no lugar do Arana quando atacou, é o mais novo do grupo. As coisas defensivamente acontecem da melhor forma. Somos o melhor ataque, 25 jogos sem tomar gol, é de surpreender sim.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos