Lula diz que vitória do Corinthians sobre Palmeiras o fez adiar entrevista

Do UOL, em São Paulo

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva concedeu entrevista coletiva nesta quinta-feira (13) e citou o clássico entre Corinthians e Palmeiras. Um dia depois de ter sido condenado em primeira instância a 9 anos e seis meses de prisão, o petista disse que o jogo válido pelo Campeonato Brasileiro o impediu de se manifestar na quarta-feira.

"Me desculpem por não dar coletiva ontem. Eu precisava ver o Corinthians derrotar o Palmeiras", afirmou Lula, que é corintiano.

No duelo no Allianz Parque na última quarta-feira, o Corinthians venceu o Palmeiras por 2 a 0, com gols de Jadson e Guilherme Arana. O resultado manteve o time alvinegro na liderança do Campeonato Brasileiro, com 35 pontos. A equipe alviverde é a sexta colocada, com 19.

Na quarta-feira, o juiz federal Sérgio Moro condenou Lula pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, pela acusação de ter sido beneficiado com um tríplex em um condomínio no Guarujá, litoral de São Paulo.

Em seu discurso, Lula afirmou que Moro não tem nenhuma prova contra ele. "Não sei como alguém consegue escrever quase 300 páginas contra uma pessoa que ele quer condenar sem nenhuma prova".

"Eu ficaria mais feliz se fosse condenado por uma prova. Se me desmascarassem. O que me deixa indignado, mas sem perder a ternura, é perceber que estou sendo vítima por um grupo de pessoas que está contando uma mentira, e vai continuar contando essa mentira o resto da vida. Eu não tenho um tríplex", prosseguiu Lula.

Lula governou o Brasil por dois mandatos entre os anos de 2003 e 2010. Segundo a última pesquisa Datafolha divulgada em junho, o petista lidera a corrida eleitoral para o Palácio do Planalto em 2018.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos