Conquistas dos anos 90 e Lugano inspiram Aderllan por sonho no São Paulo

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Rubens Chiri/saopaulofc.net

    Aderllan foi emprestado pelo Valencia ao São Paulo até o fim de 2018

    Aderllan foi emprestado pelo Valencia ao São Paulo até o fim de 2018

O São Paulo terá em Aderllan um torcedor no elenco. O zagueiro ainda espera para ser apresentado, o que deve acontecer na próxima segunda-feira, mas já falou como reforço. Lembrou da infância em Pernambuco e das alegrias que o clube paulista proporcionou com títulos da Copa Libertadores da América e do Mundial de Clubes. Agora, em cenário muito distante do que o visto como torcedor, corre para entrar em forma e ajudar o time a escapar do rebaixamento no Campeonato Brasileiro.

"Chegar ao São Paulo é a realização de um sonho. Infelizmente não tive condições de ter uma camisa do clube na infância, então com dedicação quero representar bem este manto agora. Sou da geração que acompanhou as equipes vitoriosas dos anos 90 e o amor foi crescendo. E a conquista que mais me marcou foi a da Libertadores de 2005. Sofri junto com o time e celebrar aquele título foi um momento único", relembra o defensor, justamente no dia em que o tri do torneio continental completa 12 anos.

Aderllan poderá ser companheiro e disputar posição com um de seus ídolos como tricolor: Diego Lugano é um dos zagueiros do elenco e dará adeus ao clube em dezembro: "Ele é um dos representantes da geração de 2005. Sempre admirei o Lugano e será muito bom poder aprender com ele. Quero ouvir os conselhos dele e ter uma disputa sadia pela posição, porque respeito muito a história dele".

A procura do São Paulo fez com que a cidade de Salgueiro se agitasse nas férias de Aderllan. O Valencia demorou, mas aceitou o empréstimo até o fim de 2018. Chance de provar o valor no futebol brasileiro, onde não joga desde 2009. Foram oito anos entre Portugal e Espanha até chegar ao Tricolor no meio de uma das maiores crises do clube.

"Fiquei muito feliz, foi aquela loucura na cidade e todos torciam pelo acerto com o clube. Aprendi bastante taticamente na Europa e isso me ajudou bastante. Saí do Brasil jovem, amadureci no futebol português. Trabalhei com diversos treinadores que colaboraram de diferentes formas na minha carreira. Quero me adaptar rápido para ajudar meus novos companheiros. Temos que sair desta situação. A torcida pode esperar um guerreiro que vai lutar e honrar esta camisa. Representar o São Paulo é um sonho que desejo aproveitar da melhor maneira possível", projetou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos