Com duas propostas do exterior, Autuori analisa retorno ao Atlético-PR

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

  • Marco Oliveira - site oficial Atlético-PR

    Paulo Autuori pediu demissão após a diretoria mandar Eduardo Baptista embora

    Paulo Autuori pediu demissão após a diretoria mandar Eduardo Baptista embora

O Atlético-PR insiste na volta de Paulo Autuori, que se demitiu do clube na segunda-feira (10) após a queda do técnico Eduardo Baptista por decisão do presidente do conselho deliberativo, Mário Celso Petraglia. Na noite deste domingo (16), o time anunciou que fará uma reunião com o ex-gerente na próxima terça-feira (18).

Em contato com o UOL Esporte, Autuori confirmou a chance de retorno, mas disse ainda que tem outras duas propostas do exterior para voltar a ser treinador. Recentemente, Autuori disse que não voltaria a exercer a função de técnico no Brasil. Ele já trabalhou em Portugal, Emirados Árabes, Japão e Peru.

Autuori está com a família no Rio de Janeiro e irá a Curitiba discutir os termos de seu retorno na terça. Até lá, não definirá nada. "Estamos a conversar. Tenho, neste momento, três hipóteses (duas de fora do país e o Atlético-PR). É o que posso confirmar", disse. Especulado pela imprensa de Goiânia para assumir o cargo de gerente no Goiás, Autuori não comentou essa possibilidade.

O novo técnico atleticano, Fabiano Soares, conhece Paulo Autuori desde o futebol português. Na entrevista coletiva após o empate com o Corinthians, Soares elogiou Autuori, enquanto o volante Otávio deixou escapar que os jogadores procuraram o ex-gerente e pediram para que ele reveja sua saída.

No Atlético, Autuori tinha como missão implantar uma nova filosofia de jogo, desde as categorias de base, valorizando mais a posse de bola.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos